Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Natal ilumina a Barra Velha

Assim como a área central, comunidade da Zona Sul também se engajou no movimento de decoração
Por Bruna Borges Balneário Rincão, 15/12/2018 - 09:26
Divulgação
Divulgação

A iluminação da orla do Balneário Rincão tem dado o que falar este ano. Quem chega ao município não deixa de reparar as luzes nas casas e em pontos principais da área central. Mas tem outro local que entrou na rota da decoração da cidade e que tem encantado os moradores e visitantes. 

É na Zona Sul, na comunidade de Barra Velha, que a iluminação também tomou conta de vários lugares. A ideia surgiu do grupo Voluntários pelo Desenvolvimento do Balneário Rincão (VDR). “Quando fizemos o projeto de Natal do Rincão a primeira ideia foi a orla, para que as pessoas viessem conhecer o Natal daqui, mas depois pensamos que tínhamos que trazer os bairros, e o mais distante deles, o que fica mais esquecido, é a Barra Velha”, relembra um dos voluntários, Eduardo Reis. 

“Fizemos, então, uma reunião com o pessoal do bairro e colocamos para eles que nós ajudaríamos com as mangueiras de iluminação para a igreja, a passarela e a caixa d’água e que iríamos lá um dia ensiná-los a decorar. Eles ficaram tão entusiasmados que aumentaram ainda mais os pontos e fizeram também o posto de saúde e o trevo de entrada do bairro”, conta Reis. “Depois da casinha do Papai Noel, no Centro, que na minha opinião ficou muito bonita, a igreja da Barra Velha é o ponto mais bonito da decoração do Natal”, afirma o voluntário. 

Para o presidente da Associação de Moradores da Barra Velha, Antônio dos Santos Sebastião, a novidade trouxe outro clima para a localidade. “A comunidade não tinha um motivo no passado para fazer essas festas natalinas, mas agora estamos animados com esse momento de bem-estar para todo o Rincão. Agora o Rincão está florescendo”, declara Sebastião.

A Gramado de 1976

A novidade fez o líder comunitário voltar ao passado e fez nascer a esperança de crescimento da sua cidade. “Eu lembro que em 1976 visitei a cidade de Gramado e naquela época eles estavam começando o Natal, hoje eles são referência internacional. O Rincão de hoje é a Gramado de 1976. E esse sinal de crescimento é fundamental para toda  região, o turismo faz a diferença”, comenta Sebastião.