Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Música, cultura e lazer no Paraíso

Bairro de Criciúma abrigará a primeira Casa do Hip Hop de Santa Catarina. A ousadia pauta o projeto
Por Fagner Santos Criciúma, SC, 02/12/2018 - 16:16
Divulgação
Divulgação

Criciúma vai ser a primeira cidade catarinense a abrigar uma Casa do Hip Hop. O instituto Hip Hop Criciumense será implantado no bairro Paraíso, e vai oferecer, além do estilo musical, diversas atividades sociais para a comunidade e moradores de todas as regiões do município. Quem fala da novidade é presidente do instituto, Frank dos Passos. “É uma forma de alcançar a nova geração com uma linguagem que eles entendem”, explica. 

Através do hip hop, o espaço vai fazer a ligação com a comunidade e aulas de dança, artes marciais, produção de música, de camisetas, entre outros. “Serão vários projetos, para que até a casa se sustente”, diz o presidente. “O intuito é não depender de apoio político de ninguém, mas prosperar com o crescimento da comunidade”, completa. 

Estrutura completa

Dois imóveis foram doados para que o instituto permaneça com a casa por cinco anos. “Vamos ter um estúdio de gravações, estamparia para cursos e venda de camisetas, biblioteca, sala de reuniões, terá tudo o que precisamos”, elenca Passos. As estruturas foram cedidas pela família da voluntária do projeto, Luana Antunes dos Santos.

Além dos serviços sociais, de cultura e lazer, a Casa do Hip Hop do bairro Renascer vai oferecer acolhimento para famílias em situação de vulnerabilidade social. “Vai ter amor e carinho para quem necessita, que é o mais importante”, comenta o presidente do instituto. 

Um mutirão no dia 8 de dezembro e uma festa no dia 23 vão marcar o início das atividades do local. “Teremos o apoio da comunidade para reformar as estruturas, e o dia 23 trará o evento de Natal no Paraíso, onde vamos detalhar oficialmente tudo com os moradores”, diz Passos. A previsão é que a primeira Casa do Hip Hop de Santa Catarina esteja totalmente funcional em 2019.