Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Mudanças corporais provocadas por bulimia e anorexia podem matar

No Do Avesso, especialistas no assunto falam sobre o problema que atinge principalmente as mulheres
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 17/05/2018 - 17:42
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Bulimia e anorexia são problemas de saúde que atingem principalmente as mulheres e adolescentes. O Programa do Avesso, da Rádio Som Maior, recebeu a psiquiatra Morgana Sonza Abitante e a empresária Nara Formanski, que teve anorexia aos 18 anos e chegou a pesar 38 quilos. Em casos agudos o problema pode levar até mesmo a morte. 

A anorexia é um transtorno alimentar onde a pessoa não consegue aceitar o seu corpo, imaginando que é mais gorda do que realmente é. "Eu me olhava no espelho e me sentia gorda, mesmo com 38 quilos. Hoje eu me sinto mais magra do que antes", destacou Nara.

Já com a bulimia é diferente, a pessoa se alimenta, e após a refeição, sente grande tristeza e frustração. "A anorexia tu quer perder peso, tem essa distorção da imagem, então começa a ter métodos para isso. Na bulimia tem uma purgação, uma sensação de culpa muito grande", explicou Morgana.

A psiquiatra recomenda que os pais estejam de olho nos filhos. Nara teve anorexia quando morava sozinha em Porto Alegre, após sua mãe descobrir, levou-a para tratamento. "A questão de não sentir fome é ruim. Eu comecei a contar calorias, comia 300 e perdia 300 por dia, até fumei", recordou Nara.

Segundo Morgana, essas questões são influenciadas por modelos de beleza, mas é mais complexo do que isso. Disse também que esses padrões são difíceis de explicar aos pequenos. “Em alguns casos é difícil diferenciar de uma depressão grave”, finalizou a médica.

Confira o Programa do Avesso na íntegra: