Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Maringá pede apoio do torcedor contra o Bragantino

Diretor executivo de futebol analisa a chance de vitória contra o líder Bragantino, nesta segunda-feira
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 18/08/2019 - 15:38

O empate contra o Londrina, na última sexta, aumentou a confiança no Tigre. Mesmo com a sensação de que poderia ter conseguido os três pontos em território paranaense e com o retorno do clube à zona de rebaixamento, a projeção é de um futuro de maior glória na Série B. Após o jogo, João Carlos Maringá, diretor executivo de futebol, pediu o apoio do torcedor para o confronto contra o líder Bragantino, na segunda-feira.

""O empate fora de casa contra o Londrina foi um grande resultado. (Sobre o Bragantino) é um jogo muito difícil, contra o líder do Campeonato, um time que tem maior investimento e uma folha salarial de nível de Série A. O nosso time hoje é merecedor de que o torcedor compareça em número maior na segunda-feira. Peço que o torcedor nos ajude, pois com a ajuda dele fica mais fácil", avaliou Maringá.

Pensando em um clima favorável no Heriberto Hülse, em partida marcada para as 20h, o departamento de marketing do Criciúma definiu preço promocional para o confronto: arquibancada no valor de R$ 5, dez vezes mais barato do que o preço usual, de R$ 50.

Maringá projetou a possível vitória contra o Bragantino como uma afirmação do Criciúma, que ainda não descartou a luta pelo acesso à Série A. "Seria espetacular (a vitória). Vamos ter que fazer um trabalho de recuperação dos atletas. O time correu e se doou muito. Vamos treinar no domingo pra jogar na segunda. Temos que recuperar os jogadores pra manter o mesmo nível dos últimos dois jogos", apontou.

Reforços

Ainda na coletiva após o empate contra o Londrina, Maringá falou sobre possíveis reforços: "Nosso orçamento tá bem apertado. Se formos buscar jogador hoje seria na Série D. Estamos atentos, se tiver no mercado um meia com características diferentes, com mais mobilidade, nós vamos trazer", despistou. "Não tem nada previsto de saída. Alguns jogadores que tinham que sair, saíram. Alguns não estão sendo utilizados, se conseguissemos colocar em outros times seria bom, pra aliviar a folha e dar oportunidade para eles. É unanimidade interna que nós temos um grupo bom", finalizou o diretor.