Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Líder e capitão do Próspera, Roberto Volpato deverá jogar somente até o fim do ano

Com 41 anos, jogador planeja jogar o Catarinense e, caso receba proposta de algum clube logo em seguida, estender até o fim de 2021
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 16/04/2021 - 09:32Atualizado em 16/04/2021 - 09:35
Foto: Lucas Colombo / EC Próspera
Foto: Lucas Colombo / EC Próspera

41 anos de idade, dos quais mais de 20 foram vividos dentro dos gramados, vestindo a camisa de 13 clubes de três países diferentes. Esse é o currículo do goleiro Roberto Volpato, atual capitão e líder do Esporte Clube Próspera, que deverá continuar jogando somente até o fim de 2021.

Em entrevista coletiva concedida na tarde desta quinta-feira, 15, o atleta destacou que tem a intenção de seguir trabalhando até o fim do ano, mas que tudo irá depender de ter um clube por onde jogar no segundo semestre.

“Meus planos são terminar esse ano jogando, quero jogar mais esse ano. Quero jogar até o final do catarinense, mais esse ano, só que aí vai depender se aparecer logo em seguida algum clube, alguma coisa para que eu possa seguir. Caso tenha que ficar muito tempo parado para voltar novamente, talvez eu não tenha paciência. Mas meus planos são de tocar até o fim do ano”, disse.

Titular absoluto no Próspera e peça essencial na campanha de acesso do clube à Série A do Catarinense, Roberto começou o ano com uma lesão e entrou em campo na quarta rodada da competição, contra o Metropolitano. De lá para cá já foram seis jogos, duas vitórias, dois empates e duas derrotas - resultados que colocaram o Time da Raça na sétima colocação, com 11 pontos.

“Estamos fazendo uma campanha com certa regularidade, trabalhamos bastante para isso. Lógico que o objetivo é a manutenção, temos mais dois jogos para conquistar isso. Quanto mais rápido possível alcançarmos o objetivo principal, poderíamos buscar outros. E esse jogo contra o Figueirense é de fundamental importância, define tudo”, pontuou o jogador.

Se ganhar do Figueirense, em pleno estádio Heriberto Hülse neste domingo, o Próspera garante de vez a permanência na primeira divisão do Catarinense. Esse resultado, somado a derrotas de Hercílio Luz e Concórdia, define também a classificação para a próxima fase da competição.

Roberto destaca que certamente será uma partida difícil e complicada, mas que o clube sabe como atuar para conseguir conquistar o resultado positivo. “Sabemos a fórmula. Não vou falar se não o pessoal pode saber e complicar nosso trabalho, mas sabemos o que temos que fazer para ganhar o jogo. E sabemos a maneira do que não temos que fazer, e isso aconteceu em algumas partidas do campeonato e nós aprendemos a lição direito”, disse.