Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Júri do Festival Uma Canção Para Criciúma reúne referências artísticas da região

Nome dos oito integrantes do corpo de jurados foi divulgado nesta terça-feira
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 08/10/2019 - 18:04

Estudiosos da música e da linguística, com experiência prática ao longo dos anos. Essa é a característica do corpo de jurados do Festival Uma Canção para Criciúma, que acontece entre os dias 13 e 16 de novembro, no Auditório Ruy Hülse, da Unesc.

Os oito integrantes do júri foram divulgados nesta terça-feira, 8. Eles terão como missão avaliar a letra, interpretação, melodia, harmonia, arranjo e conjunto, e formular uma nota para definir os 36 participantes no festival entre os 54 inscritos.

Entre os jurados estão a presidente da Academia Criciumense de Letras, Doris Becke Machado Freitas, o produtor musical e integrante da banda da 28º Gac, do exército brasileiro, Gesiel Fernandes, o doutor em música e composição pela UFRGS, Clairton Rosado, e o cantor de hip hop gospel, Marone Falasha.

Completa o corpo de jurados a coordenadora da orquestra de câmara de Nova Veneza, Édina Regina Baumer, a professora de piano da Fundação Cultural de Criciúma, Deise de Godoy Marconi, o maestro do Bloquinho Folia Caroveira, Fabio Paulo Matias, o maestro do coral da Unesc e 1º sargento músico da reserva brasileira, Joel de Oliveira e o músico autodidata, regente do Coral do Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, Neri Antônio Milanez.

O Festival durará três noites, com 12 apresentações cada. O presidente da Fundação Cultural de Criciúma falou sobre a premiação no programa Adelor Lessa, da Rádio Som Maior. “É muito importante a letra da música, porque tem que contar a história da cidade. Eu fiquei muito satisfeito que todos compareceram e aprovaram os jurados”, disse Júlio. A premiação total do festival será de R$ 20 mil.