Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Juarez Medeiros diz que sobrava alimento na Afasc e sugere mudança na distribuição

Controlador esteve na CI durante a tarde e falou sobre as medidas que já tomou
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 09/12/2019 - 17:26Atualizado em 09/12/2019 - 17:30

O controlador da Afasc, Juarez Medeiros, esteve na tarde desta segunda-feira, 9, na Câmara de Vereadores de Criciúma, durante oitiva da Comissão de Inquérito (CI) da Afasc. Ex-delegado, disse estar à disposição a qualquer momento para falar sobre as medidas que está tomando junto a entidade. Chama a atenção a falta de prestação de contas.

“Eles falam em um ou dois meses, é preciso ter uma mudança, eu só sei como é o sistema lá dentro, que agora é preciso de uma aprovação. Um processo fica no arquivo e outro vai para a Prefeitura, é bastante formalizado e bem dificultoso, eu não sei qual é o período que é obrigado a fazer esse processo”, afirmou o controlador.

Segundo ele, existe um conselho interno com cinco membros e mais cinco pessoas de fora. Medeiros frisou que a Afasc é uma empresa e por isso deveria ser bem administrada. Desde que assumiu a função, começou a colocar suas ideias em prática, envolvendo questões que antes não eram praticadas.

“O organograma da Afasc já está contando com licitação, com cuidado interno. Eles estavam trabalhando em dois em todos os setores, eles compravam e pagavam, cuidavam da frota de veículos e do almoxarifado, tem que se organizar um pouco mais. Eu vejo que tem que organizar, mas não vejo falta de moral”, contou.

Medeiros garantiu que fica no máximo até março e que depois disso tem outros projetos importantes para tocar. Disse que desde a sua chegada, passou a implantar um sistema de acordo com as suas convicções. Para ele, não há maldade na administração da Afasc, mas falta de controle nas atividades.

“Sobrava alimento, estava muito bom, nós estamos vendo isso. Eu sugeri que dessem uma determinação para todas as creches, para verificarmos o que sobra, no dia 19 fecham todas as creches e fica apenas a colônia de férias do Lapagesse, nós queremos evitar deixar carne parada e que alguém pegue aquela coisa dando bobeira”, comentou o controlador.

Assista a oitiva na íntegra:

Tags: afasc