Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Já temos pessoas morrendo na fila de espera”

Vereador Ferrarezi aponta dados preocupantes da saúde em Criciúma
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 15/05/2018 - 10:30Atualizado em 15/05/2018 - 10:38
Vereador Paulo Ferrarezi (foto: Clara Fernandes/ Câmara Criciúma)
Vereador Paulo Ferrarezi (foto: Clara Fernandes/ Câmara Criciúma)

Ontem o vereador José Paulo Ferrarezi (MDB) levantou uma questão preocupante sobre a saúde em Criciúma ontem durante a Sessão da Câmara de Vereadores. Por exemplo, a fila de ultrassonografia mamária tinha, em janeiro deste ano, mais de mil pessoas, com uma previsão de 900 dias para realização do exame. Além deste, o vereador trouxe outros números alarmantes.

“Eu percorro muito a nossa região e encontro pessoas reclamando que consultas e exames não saíram. A gente consegue, através do carão do SUS, viabilizar isso. Constatamos números preocupantes de pessoas aguardando 8 meses e tendo mais de 4 mil pessoas a sua frente na ortopedia, por exemplo. São até 900 dias de espera para fazer ultrassonografia. Isso preocupa muito”, explicou.

Ferrarezi contou um caso de uma paciente que não recebeu os exames necessários e acabou falecendo. “Isso me entristece. Queremos que o prefeito e a Secretária de Saúde vejam a realidade. Já temos pessoas morrendo na fila de espera. Essa é a preocupação. Não temos atendimento com especialistas, o que temos é muito pouco. Estes números são oficiais, verdadeiros, números pesquisados com o cartão SUS”, revelou.