Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Iluminação da Via Rápida: dois meses sem licitação

Edital de licitação deveria ter sido lançado ainda em setembro, o que não ocorreu
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 12/11/2019 - 17:16Atualizado em 12/11/2019 - 17:38
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Com a estadualização da Via Rápida um assunto que retornou à cena foi o processo de iluminação da rodovia. Em junho foi encaminhado o projeto para que a Celesc lançasse o edital até setembro, o que ainda não foi realizado. O prazo é de que até março de 2020 os 10 km da rodovia estivessem iluminados. 

Em contato com a assessoria de imprensa da Celesc, a informação obtida é de que o processo não apresentou novidades desde setembro . No entanto, atualmente o órgão está concluindo os dados para o lançamento da licitação.

De acordo com o coordenador regional de Infraestrutura, Gustavo Taufembach, o processo de lançamento do edital está a cargo da Celesc. “Eles afirmam que estão realizando adequações no projeto para então ser lançado o edital. Agora, com a estadualização, acreditamos que isso ocorra com prioridade”, comentou. 

Entenda a linha do tempo da iluminação da Via Rápida

Em março deste ano iniciou o impasse para saber qual município iria pagar a conta de luz da rodovia.

Em junho, iniciaram as tratativas para que a lançasse a licitação ainda em setembro deste ano.

No mesmo dia, ficou definido que a iluminação ficaria pronta até maio de 2020.

Poucos dias depois, uma outra reunião entre a Celesc, Coopera e Cooperaliança ficou definido que seriam instaladas 400 luminárias até janeiro de 2019.

Em agosto o problema com a iluminação persistia, sem sinais de que o edital fosse lançado.

Já em outubro, após a data que seria lançado o edital, a discussão continuou agravando ainda a falta de segurança na Via.

Na última segunda-feira, 11, a Via Rápida foi oficialmente estadualizada. A expectativa agora é de que com isso acelere o processo de iluminação.