Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Hospital Materno Infantil sofre com a falta de pagamentos

Médicos tem recebido, mas fornecedores de medicamentos não
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 20/05/2019 - 10:29
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

Haverá uma reunião na tarde desta segunda-feira (20) entre os diretores do Instituto Ideas e a Gerência de Organizações Sociais, da Secretaria de Estado da Saúde, para debater a falta de pagamentos em relação ao Hospital Materno Infantil Santa Catarina (HMISC). Por enquanto o risco de greve é pequeno e novos meios de pagamento são analisados.

“Sexta-feira foi pago 25%. Estamos buscando meios alternativos enquanto a gente não consegue receber da Secretaria de Saúde para fazer com que os médicos mantenham os atendimentos, no entendo, ainda não conseguimos meios alternativos”, disse o superintendente do Ideas, Sandro Demétrio, em entrevista ao Jornal das Nove.

As prestações de conta devem ser entregues nesta segunda-feira, na Secretaria de Saúde, cumprindo obrigações necessárias. Conforme Demétrio, os atrasos vem acontecendo desde março, complicando os pagamentos aos fornecedores de medicamentos e outros itens necessários, como a energia elétrica. Alguns destes parceiros colaboraram e prorrogaram os prazos de pagamento.

“Nós precisamos de mais um voto de compreensão do nosso cenário para manter os serviços”, frisou. “Existe naturalmente uma série de comentários, com as defesas médicas. O risco é eminente, essa é uma categoria forte. A nossa preocupação é manter os atendimentos dos Hospital Santa Catarina a população”, completou.

Confira a entrevista na íntegra:

Tags: hmisc