Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Hercílio Luz afirma ter recebido autorização para escalação de Alisson

Segundo diretor jurídico Marcus Acorsi, clube vai atrás de gravações que provem a liberação do jogador
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Tubarão, SC, 30/04/2021 - 12:57Atualizado em 30/04/2021 - 12:57
Foto: Patrícia Amorim / Hercílio Luz
Foto: Patrícia Amorim / Hercílio Luz

O diretor jurídico do Hercílio Luz, Marcus Acorsi, afirma que o clube recebeu autorização para a escalação do lateral-direito Alisson na nona rodada do Campeonato Catarinense pelo tribunal, após o atleta ter recebido a punição de um jogo.

O clube irá atrás de áudios que provem a assertiva quanto à possibilidade de Alisson atuar no dia 10 de abril, após o julgamento no dia 6 do mesmo mês. 

"No julgamento foi avisado que ele estava liberado para disputar a partida, O TJD entende que houve algo suspeito e nós entendemos que não. Não acreditamos em teorias de conspiração", afirmou Acorsi.

A denúncia foi feita pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) na noite da última quinta-feira, 29, exatos 19 dias após a suposta irregularidade. Segundo informações do Hercílio Luz, o alerta teria sido feito pela Federação Catarinense de Futebol (FCF), ao TJD. 

Segundo Acorsi, o Hercílio pautará a defesa com base na legislação que permitiria a escalação de Alisson após o julgamento que lhe deu a suspensão de um jogo.

Alisson foi expulso na final da Série B do ano passado e, como foi o último jogo da competição, segundo a FCF, ele não cumpriria suspensão automática na primeira rodada da competição seguinte, aguardando o resultado do julgamento, que foi no dia 6 de abril - a demora, segundo Acorsi, deve-se à troca na secretaria do TJD.

"Essa previsão da escalação existe legalmente, fizemos respaldados pela legislação. Em nenhum momento fomos omissos. A gente trabalha com a absolvição, entedemos que não somos culpados", disse Acorsi. "O próprio sistema bloqueia se tem suspensão e o Alisson foi liberado, é mais uma situação que a gente acha estranha", completou o dirigente.

Jogo suspenso

A partida entre Marcílio Dias e Chapecoense, marcada para o próximo domingo, foi suspensa pela FCF devido ao imbróglio judicial do Hercílio Luz. O clube pode perder três pontos referentes ao jogo contra o Brusque, mais os pontos obtidos na partida. Como o Hercílio saiu derrotado por 2 x 1, perde apenas três pontos.

Essa perda é suficiente para cair para a décima colocação na primeira fase. Assim, as quartas de final entre Hercílio e Chapecoense seriam canceladas e a Chape enfrentaria o Figueirense, que herdaria a oitava colocação do time de Tubarão.

O Tigre, rebaixado, acompanha o caso desde a noite de quinta-feira. O entendimento do jurídico do clube é de que a punição do Hercílio não alteraria a situação na tabela, já que dificilmente a denúncia seria pela perda de mais de três pontos para o Hercílio - o Criciúma terminou a competição com oito pontos e o Hercílio com 12.

O julgamento do Hercílio Luz será na próxima terça-feira, de forma virtual. Existe a possibilidade de, mesmo considerado culpado, o clube não perca os pontos, mas apenas tome uma multa,