Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Fluminense intensifica negociações por Nino

Criciúma confirma interesse, mas não estipula data da saída do jogador
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 28/01/2019 - 14:29Atualizado em 28/01/2019 - 15:07
Foto: Daniel Búrigo / Arquivo / A Tribuna
Foto: Daniel Búrigo / Arquivo / A Tribuna

O interesse do Fluminense em Nino não é nenhuma novidade. O jogador vem sendo sondado pelo clube carioca desde o fim do ano passado, mas agora as negociações com o Criciúma intensificaram. O tricolor das laranjeiras espera contar com o zagueiro já a partir do mês de fevereiro. A informação foi dada pelo Globoesporte.com do Rio de Janeiro e o diretor executivo de futebol do Tigre, Nei Pandolfo, confirmou as tratativas ao portal 4Oito. 

"Existe, sim, um interesse. Mas não quer dizer que em fevereiro ele estará lá. Vai depender do andar das negociações. O Marlon (Xavier, lateral-esquerdo do Criciúma vendido ao Flu), por exemplo, levou alguns meses até a situação ser realmente confirmada. Com o Nino não é diferente, pode ser que seja amanhã, ou leve mais tempo", disse Pandolfo. 

Ao Globoesporte.com a diretoria do Fluminense garantiu que a intenção de levar Nino não tem relação com a especulação de que o zagueiro Ibañez, hoje titular do time carioca, esteja de saída para o Atalanta, da Itália. Caso Nino vá para o Rio de Janeiro, em um primeiro momento, o Criciúma não tem intenção de trazer um novo zagueiro para recompor o elenco. 

"Trouxemos recentemente o Derlan e o Federico Platero. Vamos ver como vão se comportar esses jogadores. O Derlan, cremo que até a próxima quarta-feira já apareça no BID (Boletim de Informativo Diário da CBF). Já o uruguaio (Platero), pensando de forma otimista, deve estar regularizado até domingo. Como é uma negociação internacional ele precisa faze o registro estrangeiro e fazer a carteira de trabalho nacional, então demora um pouco mais", afirmou Pandolfo. A ida de Nino para o Fluminense seria por empréstimo.

Tags: nino fluminense