Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

FCF emite nota de repúdio sobre ocorrido no Orlando Scarpelli

Torcedores invadiram o treino do time da capita na tarde desse sábado
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Florianópois, SC, 06/09/2020 - 13:37
Foto: Mateus Castro / NSC TV
Foto: Mateus Castro / NSC TV

A Federação Catarinense de Futebol (FCF)se manifestou sobre  o ocorrido na tarde de sábado, 5, quando pessoas invadiram o treino do Figueirense e cometeram atos de violência física e moral. "É inadmissível que a dignidade de profissionais – e acima de tudo seres humanos – seja atacada de qualquer maneira, muito menos quando partem para a agressão e tiram a paz de quem está ali trabalhando, desempenhando sua respectiva profissão com responsabilidade e comprometimento", diz a nota

 

Confira a nota na íntegra:

A Federação Catarinense de Futebol vem a público manifestar seu profundo repúdio ao ocorrido na tarde deste sábado (05), quando pessoas mal intencionadas passaram de todos os limites e, considerando-se no direito de tal, invadiram o treino do Figueirense Futebol Clube e cometeram atos de violência física e moral.

É inadmissível que a dignidade de profissionais – e acima de tudo seres humanos – seja atacada de qualquer maneira, muito menos quando partem para a agressão e tiram a paz de quem está ali trabalhando, desempenhando sua respectiva profissão com responsabilidade e comprometimento.

O esporte existe para levar alegria à todos os envolvidos e, quando um grupo pensa que pode traçar o caminho inverso e promover o caos e o desrespeito, precisamos agir. Nos posicionamos com firmeza ao lado do clube após esse episódio lastimável e não podemos aceitar que o nosso futebol tenha as marcas negativas de indivíduos mal-intencionados, mesmo que sejam a minoria.

Prestamos nossa solidariedade aos que foram covardemente agredidos no estádio Orlando Scarpelli e reiteramos que vamos continuar, ao lado dos filiados e das autoridades, trabalhando por um dia a dia digno e seguro em Santa Catarina.