Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

FAI confecciona e doa kits para gestantes aos Bercinhos de Içara

Cerca de 50 gestantes são atendidas mensalmente nas entidades. Trabalho envolveu as mais de mil mães dos Clubes de Içara
Por Redação Içara, SC, 06/07/2019 - 12:01
Divulgação
Divulgação

Todo o amor e dedicação das mais de mil mães que frequentam os 47 Clubes de Içara estão impressos nos 300 casaquinhos, 70 cobertores e 60 conjuntos que fazem parte dos kits de gestantes entregues pelo Departamento de Fomento a Atividades Inclusivas (FAI) na tarde desta sexta-feira, 5, aos três Bercinhos da Cidade: Bercinhos dos Anjos, Bercinho de Jesus e Bercinho da esperança. 

De acordo com a presidente do Departamento de Fomento a Atividades Inclusivas (FAI), Ceneli de Freitas Gastaldon, este ano, o projeto "Mãos que se doam", ganhou vida a partir das demandas que a equipe recebia na entidade. "O objetivo da FAI é oferecer as mães a oportunidade de fomentar renda com a venda dos artesanatos, a integração entre as mulheres, e também a realização de algum trabalho social. Este ano, nos voltamos para essa missão ainda mais nobre, que foi a confecção de roupas de cama e para uso pessoal dos bebês das gestantes atendidas nessas entidades. Nos Bercinhos, as voluntárias têm os critérios, elas acompanham as mães e saberiam exatamente para quem entregar", explicou.  

Salete Simão, representante do Clube de Mães do Primeiro de Maio, ressaltou que a missão foi extremamente gratificante.  "Para nós foi um privilégio fazer esse trabalho e poder ajudar tantas famílias, principalmente neste momento tão especial que é a chegada de uma criança", destacou.

A secretária de Assistência Social, Habitação, Trabalho e Renda, a quem a FAI está vinculada, Fabiana do Amaral, ressaltou a importância do gesto aos presentes. "Ser solidário é se colocar no lugar do outro, e quando vocês fazem essas roupinhas com tanto amor e carinho, vocês estão acalentando o coração da mãe dessas crianças. Vamos continuar com essa ideia de solidariedade no nosso coração e na nossa mente", disse às voluntárias e monitoras dos Clubes presentes. "Essa proposta foi recebida de forma tão carinhosa que muitas mães que não sabiam fazer crochê, aprenderam para costurar os casaquinhos nos Clubes. Muito obrigada mães, por todo o carinho e por essa ação maravilhosa que vocês fizeram", completou a primeira-dama do Município.  

Recebidos com muito amor

A presidente da Pastoral Social da Vila Nova (Bercinho da Esperança), Nair Calegari, detalhou que todas as doações são muito bem vindas.  "Nós fazemos este trabalho há mais de 20 anos, e ficamos muito felizes com todo apoio recebido. As gestantes com quem trabalhamos precisam de acolhimento, palavras e gestos, e também de roupinhas, por isso,  em nome da nossa entidade, agradecemos todas vocês", agradeceu.

"O frio incomoda, e os pais que não conseguem dar para seus filhos o agasalho que eles gostariam de dar sofrem juntos. Ninguém é obrigada a fazer trabalho voluntário a vocês são exemplo, parabéns por estarem levando calor neste inverno a tantas famílias", enfatizou o prefeito Murialdo Canto Gastaldon, que prestigiou o ato.

A entrega foi direcionada aos berços, que farão a triagem e entregarão de acordo com as necessidades das puérperas. Prestigiaram o ato o secretário de Desenvolvimento Econômico Paulo Brígido,  o secretário de Serviços Urbanos, Geraldo Baldissera, o presidente da Câmara Rodrigues Mendes,os vereadores Márcio Toretti e Edna Benedet, além da presidente do Bercinho dos Anjos, Alzira Pagani Bitencourt,  e da presidente do Bercinho de Jesus, Edna Máximo.