Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

“Estou com medo de que o Vitória se torne um Criciúma”, diz zagueiro Wallace após má fase

Declaração surgiu após empate do clube baiano em 1 a 1 com o rebaixado Fluminense de Feira
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Vitória - BA, 06/05/2021 - 13:55Atualizado em 06/05/2021 - 13:59
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Criciúma virou referência no discurso do zagueiro Wallace, do Vitória, após a partida contra o Fluminense de Feira na noite desta quarta-feira, 6. A referência, no entanto, foi negativa. O atleta disse temer que o clube baiano acabe indo para o mesmo caminho do Tigre, visto o mal desempenho no campeonato. 

“Espero que a partir de amanhã a gente faça uma reflexão profunda e mude, porque nesses últimos anos eu estou com medo que o Vitória se torne um Criciúma, um Paraná, porque pelo jeito e os resultados que estão vindo a gente está galgando esse mesmo caminho infelizmente", afirmou o zagueiro.

A declaração surgiu após o 1 a 1 contra a equipe de Feira de Santana, já rebaixada no campeonato estadual. A comparação vem por conta da situação do Tigre que, nos últimos anos, vem caindo de divisão e chegou a Série B do Catarinense.

Atualmente, o Vitória ocupa somente a sexta colocação no campeonato da Bahia. Foram cinco derrotas, dois empates e apenas duas vitórias em nove jogos disputados até então. Com 11 pontos até então, o clube corre o risco de terminar a primeira fase da competição na penúltima colocação.

Na declaração pós-jogo, o capitão falou ainda sobre o “apequenamento” do clube. “Continua sendo inadmissível, mas a gente nesses últimos anos tem criado a cultura do Vitória se apequenar. Infelizmente. Eu lamento o clube estar nessa situação”, destacou.