Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

"Estamos tirando o gesso", diz diretor administrativo do HMISC

Prefeitura de Criciúma e Ideas assinam contrato de gestão do hospital hoje; Contrato terá duração de dez anos
Clara Floriano
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 06/12/2017 - 08:04Atualizado em 06/12/2017 - 13:37
(foto: Émerson Justo/ Decom)
(foto: Émerson Justo/ Decom)

A Prefeitura de Criciúma e o Instituto Desenvolvimento Ensino e Assistência à Saúde (Ideas), de Florianópolis, assinam hoje o contrato de gestão do Hospital Materno Infantil Santa Catarina (HMISC). A solenidade acontece às 16h no próprio hospital.

“Foi feito inicialmente um contrato de emergência com o Ideas. Agora, hoje estaremos assinando o novo contrato. Nós já tivemos experiência de administração municipal trabalhar com urgência e emergência. Tudo é preciso ter orçamentos, licitar e isso acaba atrapalhando os processos. Uma empresa terceirizada tem mais agilidade para resolver eventuais problemas”, contou a secretária de Saúde do Município, Francielle Gava.

O contrato terá duração de dez anos, podendo ser prorrogado por igual período, mediante termo aditivo. O valor do contrato é de R$ 1.253.000 por mês, sendo que R$ 1 milhão saí dos cofres do município e R$ 253 mil da União.

“Estamos tirando o gesso. As ações do materno-infantil buscaram sempre o melhor, sempre ser mais eficaz. Mas muitas das ações foram travadas por se tratar de um contrato emergencial. Muitas das ações para melhorias não foram realizadas. Acreditamos que agora muita coisa possa melhorar e o hospital pode apresentar coisas melhores”, falou Leon Iotti, diretor administrativo do HMISC.

Segundo Ioton, o hospital pode começar a atender por convênios, não só pelo SUS. “Vamos continuar atendendo pelo SUS, mas há possibilidade de ampliação de atendimento, sem prejudicar os atendimentos já existentes”, explicou.