Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Ensino do idioma alemão deve ganhar força em Forquilhinha

Para o presidente da Câmara, Maciel da Soler, ação permitirá a ida de jovens para o país europeu
Por Erik Behenck Forquilhinha - SC, 10/10/2019 - 10:15Atualizado em 10/10/2019 - 13:59
Divulgação
Divulgação

O ensino do idioma alemão deverá fazer parte do currículo escolar das escolas de Forquilhinha. O objetivo é possibilitar contato direto com o país europeu. Começa nesta quinta-feira, 10, a Heimatfest, maior festa alemã do sul catarinense e o embaixador da Alemanha, Georg Witschel, esteve na cidade.

“Para nós foi uma noite única, pela primeira vez recebemos uma comitiva desta magnitude. O embaixador está em Santa Catarina por conta da Oktoberfest, então passou em Forquilhinha”, contou o presidente da Câmara de Vereadores, Maciel da Soler. Segundo ele, a Alemanha está com uma população envelhecida, então estão buscando pessoas de outros países.

O presidente da Câmara buscou conversar com outras lideranças da cidade, para ampliar o ensino do alemão nas escolas. “Eu fiz questão de convidar o prefeito e o presidente da CDL, para que a gente possa expandir mais o idioma alemão. A Alemanha é um dos países mais desenvolvidos do mundo”, disse.

A novidade deverá ser aplicada no próximo ano letivo. Mas, até lá, a intenção do presidente da Câmara é já levar o idioma para alguns jovens, permitindo que no meio de 2020 alguns já consigam se comunicar.

“O Governo do Estado está com um projeto da terceira língua, que as escolas podem escolher de acordo com a característica cultural. Em 2020, certamente Forquilhinha terá o ensino do alemão como matéria curricular. Mas, a gente quer acelerar esse procedimento, eu pedi que o prefeito assumisse esse compromisso”, concluiu.