Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Encerrada etapa de Maracajá do "Plant for the planet"

Atividades envolveram a rede escolar sob o lema "pare de falar, comece a plantar"
Por Redação Maracajá, SC, 12/06/2019 - 22:04
Divulgação
Divulgação

Com a foto para o tradicional pôster com um embaixador tapando a boca do prefeito Arlindo Rocha e que vai receber a frase "Stop Talking Start Planting" ("Pare de falar, comece a plantar"), foi concluída nesta quarta-feira, 12, a etapa de Maracajá do projeto "Plant-for-the-Planet". Após a foto, Arlindo e o embaixador do projeto na cidade, Cauã Caetano, aluno da Escola Municipal Eulália Oliveira de Bem plantaram uma muda de palmiteiro na Praça Frei Euzébio, em frente ao Paço Municipal.

"Plant-for-the-Planet" é uma organização sem fins lucrativos, fundada na Alemanha em 2007, por iniciativa de um estudante de nove anos de idade, Felix Finkbeiner, motivado a envolver crianças para plantar um trilhão de árvores pelo mundo. Em cada cidade são realizadas "academias", que duram um dia todo, com palestras, atividades sócio-ambientais e são desenvolvidos projetos para serem apresentados nas escolas do município. Em Maracajá, ocorreu no Parque Ecológico, com 60 estudantes das redes públicas de ensino, em 23 de maio.

Desde então, em cada unidade escolar foram desenvolvidas ações dos projetos criados durante a academia. "Foi um processo muito interessante, toda escola participou das atividades, especialmente de palestras", relatou Cauã, acompanhado da diretora da escola, Rejane Pereira e do coordenador do projeto na região, engenheiro de energia, o alemão Lutz Michaelis. Ele destacou a referência que Maracajá tem na região por contar com um Parque Ecológico e com a comunidade focada em preservar o meio ambiente.

Acompanhado da diretora de Educação Cristiane Sant`Ana e das secretárias de Meio Ambiente e Turismo e de Administração, Gisele Dal Pont e Marluci Vitali, o prefeito Arlindo Rocha, ressaltou a importância do "Plant-for-the-Planet" incentivando e motivando os estudantes a plantar árvores e preservar o meio ambiente. "Vamos continuar apoiando iniciativas que mostram na prática seus resultados", disse Arlindo, seguindo para a foto característica e plantio do palmiteiro.