Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Em jejum de gols, América Mineiro deve ter mudanças contra o Tigre

Lisca tenta achar formatação para que o Coelho volte a marcar após cinco partidas
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma, SC, 08/06/2021 - 19:01
Lisca falou em tentar novos nomes na equipe titular (Foto: Arquivo / Divulgação)
Lisca falou em tentar novos nomes na equipe titular (Foto: Arquivo / Divulgação)

O América Mineiro deve vir a Criciúma com alterações em relação ao time que está há cinco partidas sem fazer gols. Após a derrota contra o Corinthians no último domingo, a segunda em dois jogos do Coelho na Série A, Lisca não escondeu o descontentamento com a dificuldade do time em balançar as redes.

O técnico admitiu a parcela de culpa, disse que está em busca de alternativas e que há empenho dos atletas em melhorar, mas esbarram em "limitações". Na imprensa mineira, a especulação é de que Bruno Nazário, ex-Botafogo, pode retornar ao time titular.

"Tem sido tônica, são 450 minutos que a gente não consegue fazer gol. O pessoal entrou bem no segundo tempo, Bruno (Nazário), Ribamar, Gustavinho, Eduardo e Alan, tentamos mais força nas beiradas e construção por dentro. Funcionou, tivemos conclusões, o que fica de positivo foi a entrada desses jogadores. Na próxima partida, preciso tomar providências, se não fizermos gol não vamos avançar", analisou Lisca após a derrota contra o Corinthians. 

A tendência é de manutenção do tripé de meio-campo, formado por Zé Ricardo, Alê e Juninho. Nazário pode aparecer na frente no lugar de Felipe Azevedo. Na defesa, sem Marlon na lateral-esquerda, João Paulo em reta final de recuperação, pode retornar ao time. Outra alternativa é Anderson ser novamente improvisado no setor. Enquanto isso, na lateral-direita, Eduardo pode roubar a vaga de Diogo Ferreira.

Contra o Corinthians, derrota por 1 x 0, gol de pênalti marcado por Fábio Santos, o Coelho teve mais finalizações (10 x 6) e posse de bola (56% x 44%), mas mais uma vez não conseguiu marcar. São cinco jogos sem fazer gols: dois empates em 0 x0 contra o Galo na final do Mineiro, empate em 0 x 0 contra o Tigre na Copa do Brasil e derrotas por 1 x 0 ontra Athletico Paranaense e Corinthians no Brasileirão.

O Coelho é o vice-lanterna do Campeonato, tendo o pior ataque ao lado do São Paulo. "Na Série B, tivemos dificuldades com isso (em fazer gols), mas compensamos com consistência e ganhando jogos de 1 x 0, no detalhe. Neste ano, da final do Mineiro para cá, não achamos essas soluções. Vamos buscar novas situações táticas e de nomes", prometeu Lisca.

"Muitas vezes a gente tem limite e esbarra nele. Não é por falta de tentativa, vontade e entrega. Sempre assumindo total responsabilidade. Os jogadores estão tentando o máximo", concluiu o técnico.

Tigre e Coelho enfrentam-se na quarta-feira, 9, às 21h30 no estádio Heriberto Hülse. Um empate leva a decisão para os pênaltis e qualquer vitória simples dá a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil para Criciúma ou América.