Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em dez minutos choveu o esperado para janeiro todo, garante Fabris

Criciúma teve aproximadamente 30 pontos de alagamentos durante o temporal
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 16/01/2019 - 07:49Atualizado em 16/01/2019 - 08:03

Criciúma passou por uma espécie de diluvio na tarde de terça-feira (15). De acordo com o prefeito interino, Ricardo Fabris, em dez minutos choveu o esperado para janeiro inteiro. Enquanto isso, o climatologista Homero Haymussi garante que foi bem menos, em torno de dez milímetros. Moradores também reclamam de sujeira no Canal Auxiliar.

“A parte central foi a mais atingida com alagamento, tivemos outros problemas, como na Próspera, com casas alagadas, também no Laranjinha, todos eles sem vítimas. O maior problema foi na João Cechinel, que carros chegaram a boiar devido a água”, afirmou Fabris, em entrevista ao Programa Adelor Lessa. Disse ainda que as equipes estavam esperando o temporal desde a manhã de ontem.

O prefeito interino não estava na cidade durante a chuva e logo que soube passou a acompanhar a situação. A Defesa Civil entregou o relatório por volta de 23h, indicando que o Canal Auxiliar do Rio Criciúma não apresentou problemas, mas como o índice de água foi grande, superou o limite de escoamento.

“Ainda não terminamos, viramos a madrugada fazendo levantamento de áreas de risco. Temos a parte de limpeza com a Secretaria de Obras. Foi uma chuva inesperada para a nossa região, registramos quase 30 pontos de alagamentos no nosso município. O Canal Auxiliar trabalhou com capacidade de 100%, nos auxiliando muito e amenizando os danos”, explicou o coordenador da Defesa Civil, Dioni Borba.

Tags: chuva