Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em defesa da Caixa 100% pública, bancários mobilizam nas agências da região

Distribuição de materiais de protesto iniciou nesta terça
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 02/04/2019 - 14:13Atualizado em 02/04/2019 - 14:18
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma ação pela Caixa 100% pública com a entrega de botton e adesivo para os trabalhadores da Caixa está sendo realizada pelo Sindicato dos Bancários de Criciúma durante o mês de abril. A distribuição dos materiais de protesto iniciou nesta terça-feira (2), nas agências de Içara e Siderópolis.

 O presidente do Sindicato, Valdir Machado da Silva, explica que estas ações foram solicitadas pelos trabalhadores da Caixa. "Eles estão apreensivos com a posição do novo presidente da estatal, Pedro Guimarães, de tentar enfraquecer a empresa com a finalidade de privatizar o único banco social do país, onde o foco passaria a ser o lucro e não o seu papel social prejudicando a prestação de serviço à população brasileira, principalmente dos menos favorecidos", avalia Valdir. São cerca de 300 funcionários atuando em 12 agências, uma superintendência e três departamentos em 10 municípios de base do sindicato. 

A Caixa surgiu em 1861 para a proteção de pessoas que, por vários motivos, ficam expostas à vulnerabilidade social, particularmente as mais pobres. Atualmente, a Caixa responde por 70% de todo o financiamento habitacional, por exemplo. Esse percentual, na maioria dos estados e municípios, sobe para 85% ou até para 95%, em alguns casos.

 É o banco público que investe no desenvolvimento das cidades e deixa a sua marca nas obras governamentais que melhoram a vida das pessoas, independentemente da classe social. É, inclusive, o único banco do País com duas agências-barco que atendem populações ribeirinhas da Amazônia e do Pará.