Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Em Criciúma, testes de Covid-19 arrastados pela chuva

A foto ganhou as redes sociais, mostrando testes entre os detritos nas ruas pós-temporal. Qual o procedimento adequado de descarte?
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 27/11/2020 - 10:31Atualizado em 27/11/2020 - 10:34
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Um incidente com o temporal que atingiu a região nesta quinta-feira, 26, fez chamar a atenção para o descarte adequado dos testes de Covid-19. Circulam pelas redes sociais, desde então, fotos de testes PCR jogados na calçada, em Criciúma, possivelmente levados pela chuva que alagou diversos pontos da cidade. 

De acordo com o responsável pelo Centro de Triagem da região central do município, Fabrício Cardoso, os testes de Covid-19 são armazenados de forma cuidadosa e descartados com cautela, assim como qualquer lixo tóxico armazenado em hospitais.

“Nós temos um local de armazenagem ali que é bem fechado e cadeado, sem acesso para a rua. Esses lixos tóxicos, como nos hospitais, são armazenados e depois recolhidos por uma empresa específica, contratada por licitação, que lida com essas questões. A empresa recolhe e depois incinera, não é descartado como lixo comum”, declarou Fabrício.

Fabrício destaca ainda que os testes da foto não correspondem aos realizados pelo Centro de Triagem. Isso porque faz mais de dois meses que o local não realiza exames do tipo PCR, como os que são visíveis na imagem. Os testes de PCR são realizados, agora, somente nas unidades do Rio Maina e Boa Vista.

“Pelo frasco que estava ali desenhado na foto, deu para perceber também que não tem nada a ver com o que lidamos, em um local bem fechado”, pontuou Fabrício.

Até o momento, a Prefeitura de Criciúma já realizou 42.196 testes para Covid-19 na população. O município conta atualmente com mais de 1,3 mil casos ativos da doença e 124 óbitos, assim como 146 pacientes internados.
 

Tags: coronavírus