Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em Criciúma, Merísio não revela nome de secretário do Sul

Candidato ao Governo do Estado pelo PSD confirmou que nome do Sul será anunciado
Por Bruna Borges Criciúma, 11/10/2018 - 20:44Atualizado em 11/10/2018 - 20:46
Guilherme Hahn / A Tribuna
Guilherme Hahn / A Tribuna

O candidato ao Governo do Estado, Gelson Merísio (PSD), reuniu na noite desta quinta-feira, no Hotel Interclass, em Criciúma, seus apoiadores do Sul. 

A expectativa era de que ele anunciasse no evento um nome de Criciúma para o seu possível secretariado. O candidato, porém, não revelou quem foi a pessoa escolhida, apenas garantiu que a informação está confirmada e que a pessoa é realmente de Criciúma.

“Não anunciamos hoje porque junto anunciaríamos o secretário da Segurança Pública, que está escolhido, mas que por uma questão funcional inviabilizou-se o anúncio hoje. Como a segurança é prioridade, nós vamos fazer o anúncio de outros secretários depois. Esse anúncio já deve acontecer nesse fim de semana, portanto na semana que vem um nome de Criciúma será indicado para compor o primeiro escalão do governo”, declarou Merísio. 

O candidato também falou sobre o apoio dos demais partidos que disputaram o primeiro turno. “Eu quero o voto de todos os partidos, eu não quero apoio partidário, nem do MDB e nem de nenhum outro, porque o meu segundo turno será de aliança com o eleitor que tinha outras opções legítimas, naturais, e que agora só tem duas”, afirmou. 

O candidato a vice-governador João Paulo Kleinübing (DEM) e o senador eleito da coligação, Esperidião Amin (PP), também participaram do evento, assim como deputados, prefeitos e demais agentes políticos da Amrec, Amesc e Amurel. 

No primeiro turno das Eleições 2018, realizado no último domingo (7), Merísio obteve 31,12% dos votos. Ele disputará o segundo turno contra o candidato do PSL, Comandante Moisés, que levou 29,72% dos votos.