Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Ele era a grande estrela da Seleção, fez mais comerciais do que o Neymar”

João Nassif acredita que Tite chamou a responsabilidade para si e por isso não definiu um capitão 
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 06/07/2018 - 18:27Atualizado em 06/07/2018 - 18:29
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

A Seleção Brasileira foi derrotada pela Bélgica por 2 a 1 e deixou a Copa do Mundo. O time de Tite fez uma má primeira etapa e depois melhorou, mas não conseguiu buscar. O comentarista João Nassif elencou a pouca identificação dos jogadores com o país e também a rotatividade na braçadeira de capitão como pontos para a eliminação.

“A falta de identidade dos jogadores com o Brasil é o grande problema. Alguns jogam para ser o melhor do mundo e não existe o sentimento de vestir essa camisa”, disse. “O Tite quis chamar a responsabilidade para ele. Ele era a grande estrela da Seleção, fez mais comerciais do que o Neymar”, analisou.

Para Nassif, Douglas Costa foi o único jogador que chamou a responsabilidade e que outros jogadores se omitiram. O comentarista valorizou a força da Bélgica, que segundo ele, tem um ótimo atacante, Lukaku. Também não acredita que a derrota force mudanças no futebol nacional. “A CBF está muito mais preocupado com o faturamento que ela tem, eu não vejo como mudar. Isso era para ter acontecido após o 7 a 1”, completou.