Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Eduardo deve manter-se no time para partida contra o América Mineiro

Tigre recebe o Coelho na noite desta quarta-feira, às 21h30, jogo de volta da Copa do Brasil
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma, SC, 09/06/2021 - 15:33Atualizado em 09/06/2021 - 15:33
Eduardo retornou ao time contra o São José (Foto: Celso da Luz / Criciúma EC)
Eduardo retornou ao time contra o São José (Foto: Celso da Luz / Criciúma EC)

O Tigre recebe o América Mineiro nesta quarta-feira, 9, de olho em R$ 2,7 milhões. É a premiação que um dos times levará por avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. Basta uma vitória simples para chegar lá, enquanto um empate no tempo normal leva a decisão para os pênaltis. Na ida, no estádio Independência, as duas equipes não saíram do zero. 

Para o confronto, às 21h30 no estádio Heriberto Hülse, o técnico Paulo Baier deve ter dois desfalques: Fellipe Mateus, com um desconforto muscular, e Luiz Paulo, impedido de jogar pois já atuou pelo Madureira na competição.

A tendência é pela manutenção do esquema com três volantes, utilizado no último domingo contra o São José, no empate sem gols em Porto Alegre, válido pela segunda rodada da Série C. Assim, Eduardo deve permanecer na equipe titular, formando o tripé com Dudu Vieira e Arilson Goiano, com Dudu Figueiredo fechando o losango no meio-campo.

Outra opção do técnico é promover o reingresso de PH ao time titular, retornando o time ao 4-2-3-1 com dois pontas, sacando Eduardo. Pedrinho, que atuou pela primeira vez com Paulo Baier no domingo, foi bastante elogiado pelo técnico e deve manter-se na equipe, formando dupla de ataque com Uilliam Barros.

Precisando da vitória no tempo normal para evitar os pênaltis, Baier quer um Criciúma com mais posse de bola e agressividadade para voltar a marcar, o que não acontece desde a estreia na Série C contra o Ituano, na vitória por 1 x 0.

"Dentro de casa, vamos procurar pressionar para buscar o gol. É um jogo difícil, uma equipe que joga a Série A e está junta há bastante tempo. Vamos enfrentar uma boa equipe, mas temos condições de vencer", projetou Baier. 

Do outro lado, o América Mineiro está há cinco jogos sem fazer gols: vem de três empates e duas derrotas, ambas por 1 x 0 no Campeonato Brasileiro. Lisca prometeu alterações na equipe, na movimentação tática e em nomes. No entanto, a tendência é pela manutenção do trio de meio-campo, formado por Zé Ricardo, Alê e Juninho. 

"Tem sido tônica, são 450 minutos que a gente não consegue fazer gol. O pessoal entrou bem no segundo tempo, Bruno (Nazário), Ribamar, Gustavinho, Eduardo e Alan, tentamos mais força nas beiradas e construção por dentro. Funcionou, tivemos conclusões, o que fica de positivo foi a entrada desses jogadores. Na próxima partida, preciso tomar providências, se não fizermos gol não vamos avançar", analisou Lisca após a derrota contra o Corinthians. 

Quem pode ingressar no Coelho é o meia-atacante Bruno Nazário, no lugar de Felipe Azevedo. Na defesa, Eduardo é cotado para o lugar do lateral-direito Diogo Ferreira, enquanto na esquerda João Paulo deve retornar de lesão. Ribamar, centroavante, é outro que pode ganhar chance. 

A bola rola às 21h30 no estádio Heriberto Hülse. O Timaço da Rádio Som Maior entra em campo a partir das 20h, com Denis Luciano no comando do Arena Timaço, Mario Lima na narração, João Nassif nos comentários e Marco Búrigo na reportagem.

Ficha Técnica

Criciúma x América Mineiro, jogo de volta da terceira rodada da Copa do Brasil

Horário: 21h30

Local: estádio Heriberto Hülse

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (FIFA), auxiliado por Ivan Carlos Bohn e  Sidmar dos Santos Meurer (trio do Paraná).

Criciúma: Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Marcel Scalese e Hélder; Dudu Vieira, Arilson Goiano, Eduardo (PH) e Dudu Figueiredo; Pedrinho e Uilliam Barros. Técnico: Paulo Baier.

América Mineiro: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira (Eduardo), Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo (Lucas Luan); Zé Ricardo, Alê e Juninho; Bruno Nazário (Felipe Azevedo), Ademir e Rodolfo (Ribamar). Ténico: Lisca.