Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

É assim que o professor gosta

Gilson Kleina elogia atuação da equipe contra o JEC e brinca: “Só não precisava sair o gol assim no finalzinho. Sou o próximo a ir ao cardiologista”
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 04/04/2019 - 07:56
Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna
Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna

A vitória na noite de ontem contra o Joinville, não colocou apenas o Criciúma na zona de classificação do estadual. “Não ganhávamos aqui há alguns jogos, é o primeiro clássico que conseguimos vencer. O torcedor viu nossa torcida agressiva e temos que enaltecer esses ingredientes”, destacou o técnico Gilson Kleina.

Na avaliação do técnico, isso é prova de que a equipe vem evoluindo sobre o seu comando, apesar do time ainda não estar 100% da forma que o treinador quer. “É isso que os torcedores querem. Uma equipe aguerrida, buscando a vitória e competitiva. Tem que ser assim”, exaltou o treinador.

E a vitória realmente só veio porque o Criciúma mereceu. O time montado por Gilson Kleina teve o domínio da partida. “Buscamos o tempo todo fazer os três pontos. Foi uma vitória merecedora. O time lutou, não baixou o foco e a postura em nenhum momento. Que possamos continuar construindo as vitórias. Mas tem que ser antes, não precisa ser assim no finalzinho. Senão eu sou o próximo a visitar o cardiologista”, brincou.

Nada está garantido

Para avançar para à semifinais, o Tigre precisa apenas vencer o Hercílio Luz, no próximo domingo, em Tubarão. O Leão do Sul ainda vai jogar todas as suas fichas na partida para tentar fugir do rebaixamento. “Foi uma vitória que nos qualifica, mas temos mais uma guerra no domingo”, frisou Gilson Kleina.

E esse jogo não dependerá somente da qualidade do Criciúma com a bola no pé, lembrou o técnico. “Temos que ter tranquilidade, controle emocional para ir lá e buscar o resultado. Não podemos ficar comemorando essas duas vitórias nas últimas rodadas. Temos que ter o pé no chão. Uma vitória nos coloca entre os melhores da competição. Será esse o objetivo”, determinou o técnico.

Ganhando qualidade técnica no campo

A vitória contra o Joinville, deu ao treinador mais confiança para continuar fazendo o seu trabalho. Muito por conta das peças que passou a ter nos últimos jogos. “Podemos contar com o Vinícius por mais tempo, entrou o Léo Gamalho. Muitos jogadores cresceram hoje. E quando isso acontece, também cresce o nosso coletivo”, enalteceu Gilson Kleina. “Gostei da postura da minha equipe. Se posicionou no campo do adversário, teve jogadas de linha de fundo. Feliz porque esses jogadores são merecedores”, emendou.

Até mesmo Daniel Costa, que não vinha vivendo um bom momento, voltou a fazer a sua parte dentro de campo. “Foi uma bela falta do Daniel. Deixou o torcedor alegre e nos deu os três pontos. Estamos fazendo um trabalho diferente com ele. Não treinador de desistir de jogador. Falo para eles que só vou desistir deles se eles desistir de mim. Sempre vamos trabalhar para dar o melhor ao Criciúma. Conquistamos uma vitória importante”, finalizou o treinador.