Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Dupla do pagode tem feito mais de 20 shows por mês na região

Bruninho e Shipe fizeram a parceria há poucos meses
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 22/10/2017 - 18:40Atualizado em 18/04/2018 - 14:09
(foto: Erik Behenck)
(foto: Erik Behenck)

Quando toca pagode é (quase) impossível ficar parado. Você sabia que o nome “pagode” foi dado por negros brasileiros a um tipo de festa onde se fazia folia, dançando, comendo, conversando e, é claro, tocando música? Uma dupla que tem feito sucesso na região é Bruninho e Shipe, ex-integrantes do Chocolate Sensual e D’Leve, respectivamente. Eles se uniram há menos de um ano.

“Surgiu com a ideia de fazer algo diferente, a galera pede e a gente vai tocando”, disse Bruninho. Atualmente eles têm feito mais de 20 apresentações por mês.

Uma das fórmulas para o sucesso repentino é tocar o que o público pede. Embora originários do pagode, eles não reclamam de cantar outros estilos.  “A galera pede música de qualquer gênero. Eu gosto, porque isso é o que a pessoa quer ouvir”, afirmou Shipe, destacando que não tem lugar ruim para fazer show. “A gente toca em batizado, casamento ou velório”, completou.

O pagode fez muito sucesso no final da década de 1990 e início dos anos 2000, com grupos como Sorriso Maroto, Turma do Pagode e É o Tchan. “Assim como o mundo, a música está em constante mudança. Tocamos muito pagode retro, são os que mais fazem sucesso”, pensou Bruninho.