Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

DNPN projetava retirar os testemunhos geológicos que ficavam no Centro Cultural

Parte das amostras foi danificada pelo incêndio que aconteceu na manhã deste domingo (Vídeo)
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 10/09/2017 - 18:38Atualizado em 10/09/2017 - 18:46

Há um mês atrás, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) projetava remover, até o fim deste mês, os testemunhos geológicos que ficavam nos fundos do Centro Cultural Jorge Zanatta. Os testemunhos, que ficavam guardados em caixas de madeira, seriam enviados à Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CRPM), órgão ligado ao Governo Federal, para restauro e catalogação.

Os chamados testemunhos geológicos eram um acervo científico com as amostras de perfuração do solo, que representam as camadas sedimentares da bacia carbonífera na prospecção das minas realizada pelo DNPM.

Não se sabia para onde iriam essas amostras. Inicialmente iriam para a Universidade do Rio Grande do Sul para serem pesquisadas. Depois, com a visita do Ministro de Minas e Energia, surgiu a possiblidade dos testemunhos ficarem em Criciúma, pela importância histórica ao município.

Na manhã deste domingo, entretanto, o depósito onde ficavam os testemunhos foi tomado pelo incêndio, na manhã deste domingo (10), e parte das amostras ficou comprometida pelo fogo. O valor histórico das peças era avaliado em R$ 1bilhão.

Confira o vídeo, feito pelo repórter Décio Batista, que mostra os estragos: