Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Dia de estreia do Tigre

A partir das 19h, contra o Figueirense, Criciúma inicia caminho para conquistar o estadual
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 17/01/2019 - 08:03
Doriva confirmou que lateral Maicon jogará entre os titulares / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna
Doriva confirmou que lateral Maicon jogará entre os titulares / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

“Espero um Criciúma focado, um Criciúma competente, um Criciúma ousado e, acima de tudo, um Criciúma consistente”. É desta forma que o técnico Doriva quer ver sua equipe na estreia contra o Figueirense na noite de hoje, no Estádio Heriberto Hülse, pelo Campeonato Catarinense. Iniciar a competição vencendo é um passo importante no caminho que o time espera trilhar para voltar a ser o campeão do Estado, título que não conquista desde 2013.

“Muito importante para nossa identidade, confiança, trazer o torcedor para o nosso lado”, destacou o treinador. “Nada melhor do que estrear com a vitória criando essa mentalidade e essa atmosfera vencedora. Isso faz com que torcedor venha, acredite no nosso trabalho, nos empurre, nos apoie e passe a ser o 12º jogador”, acrescentou Doriva.

A principal dúvida na equipe segue sendo o ataque, mais especificamente, quem será o atacante. “As dúvidas ainda na frente em relação ao Marcinho (Júnior) e o Pedro. O Pedro chegou um pouco depois e teve menos tempo de trabalho, mas pelo fato de ser um centroavante, de ter as características que a gente esperava de um atacante”, elogiou o técnico.

Maicon titular

Na lateral direita, não restam mais nenhuma incerteza. Maicon vai jogar, Doriva? “Joga sim”, adiantou. “A minha expectativa é de que aguente os 90 minutos. Não sou muito chegado em fazer substituições no setor defensivo. Se a gente ver que o atleta está sofrendo e tenha algum risco de lesão, fazemos a troca”, disse.

De resto, o time deve ser o mesmo que começou o jogo treino contra o Hercílio Luz. Se Pedro for centroavante, Gabriel Honório vai para o banco, deixando Marcinho Júnior aberto pelo lado direito do ataque. Se Marcinho jogar como centroavante improvisado, Gabriel reassume sua função.

“Tem alternativas e vamos fazer a nossa enquete dentro da comissão para achar a melhor formação para este momento. Não vai fugir muito dessas peças, porque a gente tem outras, mas não treinamos”, pontuou Doriva.

Sem informações do adversário

Ontem o comandante do Tigre fechou a atividade realizada no Majestoso. Em Florianópolis, Hemerson Maria teve a mesma atitude. “Temos poucas informações, não temos imagens deste novo Figueirense com a reformulação. Assim como eles não devem ter imagens nossas”, acrescentou o técnico.

“A gente tem as características do treinador, que a gente sabe a maneira que monta as equipes e como essa equipe joga. Vamos dar para nossos atletas esse tipo de informação para esse primeiro jogo”, emendou Doriva. Com o sem os detalhes de como o adversário irá se comportar, o único desejo do treinador é que seu time faça o papel de casa.

“Os atletas precisam conquistar os torcedores com a atitude dentro de campo de quem quer vencer, ganhar os jogos, dando o máximo, correndo e demonstrando tudo aquilo que a gente trabalhou”, definiu.

Ouça a entrevista coletiva de Doriva no podcast abaixo.