Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Desacerto com Gum: Tigre tinha pré-contrato, mas não quis segurar o zagueiro

Evandro Guimarães, diretor executivo, deu detalhes do desacerto com o zagueiro, que deve assinar com o CRB
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 12/02/2020 - 16:30Atualizado em 12/02/2020 - 16:33
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O diretor executivo do Criciúma, Evandro Guimarães, concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira, 12, e explicou os bastidores do desacerto com o zagueiro Gum. O atleta havia sido anunciado no site oficial do clube, com a informação de que faltava a realização do exame médico para assinar o contrato. Gum esteve em Criciúma na terça-feira, conversou com os diretores do clube e o contrato não foi assinado.

De acordo com Evandro, uma proposta muito acima da oferecida pelo Criciúma chegou ao zagueiro. Assim, o clube até fez uma contraproposta - insuficiente - mas optou por liberar o atleta. O diretor explicou a motivação do Tigre para não segurar o zagueiro, que tinha um pré-contrato com o clube.

"Foi o bom senso. Existia um pré-contrato, ele se apresentou, mas depois veio uma proposta totalmente fora dos padrões do Criciúma. Nós melhoramos para ele permanecer, mas a gente viu que ele não estava feliz, com a cabeça em outro lugar", resumiu Evandro.

A negociação com Gum, bicampeão brasileiro pelo Fluminense, foi uma oportunidade de mercado que o Tigre vislumbrou. Um nome mais experiente para a zaga, de acordo com Evandro, não estava entre as prioridades de mercado. Porém, o Tigre faria um esforço para contar com o atleta, mas optou pela desistência por entender que o foco do atleta - após a proposta de outro clube, que é o CRB, de acordo com informações do globoesporte.com de Alagoas -  poderia não ser o ideal para o momento do Tigre.

"Seria o teto do clube, necessitaria de um esforço para cumprir. Mas não é o foco que a gente quer pra fazer um esforço pra pagar. A gente quer um jogador comprometido, focado, que entenda no Criciúma um modelo de projeção. Se vem pra cá com a cabeça em outro lugar - o Gum foi muito correto e justo, a gente entende a cabeça dele - a gente achou melhor liberar o atleta", acrescenta Evandro.

Tigre segue atento ao mercado para qualificar o elenco

A negociação de Gum com o CRB foi confirmada pelo vice de futebol do clube alagoano ao globoesporte.com: "negociando. Negociação em andamento", disse Thiago Paes. Até o momento, nenhum anúncio oficial foi feito pelo clube.

Evandro foi questionado sobre o anúncio de Gum no site oficial do clube antes do atleta assinar contrato. A reviravolta na contratação acabou sendo chamada de "chapéu" por veículos de imprensa. Para o diretor, não houve precipitação no caso.

"O jogador estava no CT, estava fazendo exames, vamos esconder o jogador? Seria hipocrisia. Não pode negar informações. Foi uma opção do clube, de nessa situação, não deveria expor, pagar o teto salarial em um jogador que não estivesse focadoSe não tiver acertado, tem que ter um certo sigilo", concluiu.