Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Criciúma ganha centro médico especializado em neurologia e neurocirurgia

Único centro de especialidades do ramo no Sul de Santa Catarina conta com corpo clínico de 11 médicos e um centro de reabilitação com profissionais de diversas áreas da saúde
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 04/09/2021 - 11:23Atualizado em 04/09/2021 - 12:25
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma das áreas mais complexas da medicina passa a ter um centro de especialidades no Sul de Santa Catarina, com a inauguração da clínica Neurosul Neuroespecialistas. O empreendimento localizado no bairro Pio Corrêa, em Criciúma, conta com um corpo clínico de 11 médicos especialistas em neurologia, neurocirurgia, psiquiatria, fisiatria e cardiologia, além de dispor de um centro de reabilitação multidisciplinar.

A clínica possui o objetivo de se consolidar como referência nas fases de exame, diagnóstico, tratamento, cirurgia e reabilitação em neurologia com uma atuação interdisciplinar, ou seja, com os profissionais atuando de forma integrada. “Temos um grupo completo e qualificado que periodicamente se reúne para acompanhar casos de pacientes e, juntos, avaliamos os progressos a fim de encontrar os melhores caminhos e soluções para cada um. O processo, quando necessário, envolve também os familiares”, explica o diretor técnico da Neurosul, André Nesi.

Inovações recentes em técnicas cirúrgicas e tratamentos na área da neurologia tiveram o protagonismo de profissionais da Neurosul como pioneiros na região. Entre os feitos mais recentes, a neurocirurgia com paciente acordado, a trombectomia mecânica intracraniana (para tratamento de AVC), a reconstrução da estrutura craniana de um bebê de oito meses com escafocefalia e cirurgias endovasculares inéditas. 

Centro de Reabilitação

A estrutura do complexo de diagnóstico e tratamento se complementa com um centro de reabilitação com diferentes especialidades na área da saúde, como fisioterapia (neurológica, vestibular, ocular e para zumbido), pilates, fonoaudiologia, psicologia clínica, neuropsicologia, nutrição, terapia ocupacional, serviço social e barras de access. “Cada paciente tem necessidades específicas e vai evoluir melhor em diferentes abordagens e, estando em um mesmo complexo clínico, conseguimos tornar a reabilitação ainda mais eficaz”, pontua Nesi.