Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Criciúma empata em jogo de quatro expulsões

Partida ficou marcada por confusão no fim. Tigre chega a cinco jogos de invencibilidade
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 11/08/2018 - 18:30Atualizado em 12/08/2018 - 09:37

O Criciúma recebeu o Atlético Goianiense pela primeira rodada do segundo turno, onde a vitória deixaria o time na boca do G4. O jogo foi pegado, e logo quando o Tigre dominava o Dragão marcou seu gol. No fim veio o empate.

Com o empate o Tigre se afastou da zona de rebaixamento. A equipe de Mazola ganhou uma posição, subindo para 13° lugar. O próximo jogo é contra a Ponte Preta, fora de casa, na terça-feira (14).

Joanderson foi titular pela primeira vez / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou truncado e o primeiro amarelo saiu aos quatro minutos, para os visitantes. A primeira chegada perigosa também foi do Dragão, aos 16, com o artilheiro Júnior Brandão, bem defendida por Belliato.

Aos 25 o Atlético mandou uma bola na trave, Júlio César cruzou, Júnior Brandão cabeceou, a bola tocou na mão de Marlon e parou no poste defendido por Belliato. O Criciúma cresceu na parte final, com Marlon Freitas aos 38 e Feijão aos 45, outras oportunidades ainda foram bloqueadas.

SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram iguais. O Dragão atacou aos seis minutos, com Renato Kayser chutando para fora. No minuto seguinte Elvis descolou ótimo lançamento para Marlon, que fintou o marcador e bateu para o gol, ela pegou na trave, ia na gaveta.

Aos 14 saiu Joanderson para a volta de Zé Carlos. O Tigre passou a pressionar.  Um minuto depois o Atlético chegou de novo, para fora. Aos 24 Kayser mandou uma bomba, Belliato espalmou para o meio da área e João Paulo, de voleio, abriu o placar. Aos 33, Alex Maranhão, que havia entrado no lugar de Elvis, mandou um belo chute, de novo na trave.

O placar negativo irritou boa parte dos pouco mais de 4.100 torcedores presentes no estádio. Aos 42 minutos Maranhão ia bater escanteio, quando um jogador do Atlético caiu na area, confusão armada. Exaltados, Zé Carlos e Gilvan foram expulsos, Júnior Brandão e Marlon também ganharam vermelho. Na sequência falta dura para o Tigre.

No nove contra nove e novamente com apoio da torcida, o Tigre se lançou ao ataque e conseguiu o empate, com Vitor Feijao, aos 50 minutos. Após recomeço da partida, outra chance carvoeira, o goleiro adversário ficou caído e matou tempo. Não teve mais jogo praticamente. Além dos expulsos, o Tigre teve um amarelado e o Dragão quatro.

A festa do gol da vitória / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna 

CRICIÚMA

Belliato; Carlos Eduardo (Andrew), Liel, Nino e Marlon; Jean Mangabeira, Marlon Freitas, Eduardo e Elvis (Alex Maranhão); Vitor Feijao e Joanderson (Zé Carlos).

ATLÉTICO GOIANIENSE

Jefferson; Jonathan, Gilvan, Oliveira e Bruno Santos; Pedro Bambu, Rômulo e JoãoPaulo (Fernandes); Júnior Brandão, Júlio César (André Luis) e Renato Kayser (William Alves).