Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Criciúma e São Raimundo do Pará na Copa do Brasil

Tigre ficou conhecendo ontem qual será o seu primeiro adversário na competição nacional
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 14/12/2018 - 08:00
Em 2018, Tricolor perdeu para o Cianorte em casa, nos pênaltis/Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna
Em 2018, Tricolor perdeu para o Cianorte em casa, nos pênaltis/Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna

O Criciúma já sabe qual será o seu primeiro adversário na Copa do Brasil de 2019. Ontem a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou os sorteios dos confrontos da primeira fase da competição. O Tigre, que estava nas bolinhas do Pote B, foi escolhido para enfrentar o São Raimundo, do Pará. Além do Criciúma, outros seis catarinenses disputarão o campeonato no ano que vem. São eles: Chapecoense, Avaí, Figueirense, Joinville, Brusque e Tubarão.

Ao jogar a primeira fase, o Tricolor já recebe uma recompensa de R$ 500 mil. Se avançar passar pelo São Raimundo embolsa mais R$ 600 mil da segunda fase. Na primeira e segunda fase os jogos serão em partida única. A CBF definiu que a fase inicial será disputada na casa do clube pior ranqueado. Então, para tentar avançar na competição, o Criciúma precisará viajar até a cidade de Santarém, interior do Estado paraense. Como está melhor colocado no ranking, o Tigre joga por um empate em jogo único, que será no Estádio Colosso de Tapajós.

A intenção do Tricolor já está traçada momentaneamente. Na reunião do Conselho Deliberativo para aprovação do Orçamento de 2019, o diretor executivo de futebol apontou os rumos desejados pelo Criciúma. “Nós queremos, na Copa do Brasil, chegar até a terceira fase no mínimo”, disse. Isso renderia ao clube um aporte financeiro de R$ 2,5 milhões, somadas todas as premiações das três primeiras etapas do campeonato.

Segundo jogo será no Majestoso

O chaveamento também já determinou quais equipes terão o mando de campo na segunda fase. O Criciúma será uma delas. Ao superar o São Raimundo, o Tigre se prepara para enfrentar o Oeste, de São Paulo, ou o Fast Clube, do Amazonas. Na terceira fase, em que os jogos serão de ida e volta, o Tricolor Carvoeiro tem entre seus possíveis adversários Chapecoense, São José, do Rio Grande do Sul, Mixto, do Mato Grosso, e CSA, de Alagoas.  

Em 2018, o Criciúma não conseguiu passar da segunda fase. Depois de um em empate em 1 a 1 no tempo normal, jogando no Majestoso, contra o Cianorte, clube do Paraná, o Tigre acabou perdendo nas penalidade pelo placar de 5 a 4. Carlos Eduardo, desperdiçou apara o Tricolor nas cobranças alternadas e garantiu a vaga dos paranaenses na sequência da competição nacional.