Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
140 Motivos

Cp 50: A importância de Henrique Lage

POR Archimedes Naspolini Filho Criciúma, SC, 29/11/2019 - 07:44

140 motivos, só? Não! Muito mais do que 140 razões nos levam a amar esta que é a maior cidade havida no eixo Florianópolis-Porto Alegre!

Henrique Lage, segundo se informa, veio uma única vez a Criciúma. E o fez viajando de trem, num vagão leito da Estrada de Ferro Dona Tereza Cristina, à época, arrendada e administrada por ele. Veio para conhecer a mina Paulo de Frontin, que conhecemos como a Mina Velha, ou a primeira mina de carvão de Criciúma, também propriedade sua.
Henrique Lage era um homem muito rico. Dono de jazidas de carvão em Lauro Muller e Criciúma, de salinas no Rio Grande do Norte, de estaleiros no Rio de Janeiro, de Portos no litoral brasileiro. 

Henrique Lage foi prefeito de Imbituba, auxiliado pelo seu super secretário Álvaro Catão que ele acabou nomeando seu bastante procurador para cuidar dos negócios ferroviários e carboníferos em nosso Estado.

Henrique Lage foi um administrador de visão larga: governava por relatórios produzidos por prepostos de sua alta confiança e Catão era um deles.

Henrique Lage foi nome de Imbituba, quando emancipada de Laguna, e deixou de sê-lo anos depois.

Henrique Lage é nome de uma das mais importantes vias públicas de Criciúma e deveria ser, mercê de sua importância na edificação da nossa economia, matéria curricular da nossa rede municipal de ensino.

Segunda-feira publicarei outras razões que me levam a amar este orgulho de cidade que, dia 6 de janeiro, completará 140 anos de existência.