Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
140 Motivos

Cp 4: A descoberta do carvão mineral

por Archimedes Naspolini Filho Criciúma, 26/09/2019 - 07:20Atualizado em 21/10/2019 - 14:13

Motivos para amar esta cidade? Temos muito mais do que 140. Amo Criciúma pela história bonita da descoberta do carvão mineral, riqueza do seu subsolo, primeiro esteio de sua economia, principal elemento formador da sua riqueza. Pelo cuidado que Giacomo Sonego teve, ao descobrir as pedras que queimavam em uma coivara de sua roça e mandar pesquisar para saber de que material se tratava. Pelo zelo de Benjamim Bristot, em jogar aquelas pedras pretas na fornalha de sua ferraria e constatar, que, de fato, eram pedras que queimavam. Pela história da abertura da Mina Velha, a primeira delas, sob o nome de Paulo de Frontin, bem ao alto do teu Bairro Santo Antonio.

Amamos Criciúma, pela História de sua fundação, em 1880, por 144 imigrantes italianos, dentre os quais Antonio Martinello, sua esposa Pierina e os filhos Emilia e Giovanni; Antonio Meller, sua esposa Cristina e os filhos Caterina e Teresa; Santo Meller, sua esposa Maria e os filhos Inocente, Giuseppe e Giovanni; Andrea Milanese e esposa Antonia Fré;
Giacomo Milanese, esposa Caterina Gobbo e os filhos Maria Antonia, Augusta Angela, Angela, Maria Teresa, Antonia, Andrea e Antonio.

Ter esses nomes na relação dos que fundaram nossa cidade não é uma forte razão para amarmos Criciúma?
Amanhã daremos outros motivos que nos fazem amar Criciúma –aurora vibrante de uma nova e feliz geração - que completará 140 anos dia 6 de janeiro de 2020.