Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Covid-19: Amurel é a região com o maior número de mortes por 100 mil habitantes

Extremo Sul aparece como a segunda em número de óbitos
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Tubarão, SC, 30/05/2021 - 11:27
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel), é a região de saúde de Santa Catarina com o maior número de mortes em decorrência da Covid-19. Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde, são 279 por 100 mil habitantes. Na região, 1.036 pessoas já morreram por complicações da doença. 

Depois está a Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc), com uma incidência de 263 a cada 100 mil habitantes. São 537 no total desde o início da pandemia.
Já a Região Carbonífera é a oitava: são 966 mortes no total, o que representa 218 a cada 100 mil habitantes.

A preocupação aumenta agora com a chegada do frio e uma nova onda da doença.  “A nossa preocupação agora é com as pessoas mais jovens  porque aqueles acima de 60 anos têm pelo menos a primeira dose e vai diminuir o número de mortes",  alerta o diretor da Fundação de Saúde de Tubarão e presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-SC), Daisson Trevisol.

 

Mortes por Covid-19 em Santa Catarina:
 
Laguna:
Óbitos: 1.036 (279 por 100 mil hab.)
Extremo-Sul
Óbitos: 537 (263 por 100 mil hab.)
Oeste:
Óbitos: 921 (252 por 100 mil hab.)
Xanxerê:
Óbitos: 504 (249 por 100 mil hab.)
Serra:
Óbitos: 709 (248 por 100 mil hab.)
Foz do Rio Itajaí:
Óbitos: 1.744 (238 por 100 mil hab.)
Alto Vale do Rio do Peixe:
Óbitos: 692 (233 por 100 mil hab.)
Nordeste:
Óbitos: 2.321 (220 por 100 mil hab.)
Carbonífera:
Óbitos: 966 (218 por 100 mil hab.)
Meio-Oeste:
Óbitos: 412 (211 por 100 mil hab.)
Grande Florianópolis:
Óbitos: 2.384 (194 por 100 mil hab.)
Alto Uruguai Catarinense:
Óbitos: 257 (174 por 100 mil hab.)
Médio Vale do Itajaí:
Óbitos: 1.310 (164 por 100 mil hab.)
Planalto Norte:
Óbitos: 613 (161 por 100 mil hab.)
Alto Vale do Itajaí:
Óbitos: 445 (143 por 100 mil hab.)
Extremo-Oeste:
Óbitos: 323 (139 por 100 mil hab.)