Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Conheça as homenageadas do Projeto Elas do mês de março

Uma médica intensivista, uma professora há mais de cinco décadas e duas empresárias. Todas compartilharam suas vivências na programação da rádio Som Maior
Maria Henrique Leandro
Por Maria Henrique Leandro Criciúma, SC, 06/05/2021 - 16:05Atualizado em 06/05/2021 - 17:26
Cristiane Ritter - Fotos: Vitor Netto / 4oito
Cristiane Ritter - Fotos: Vitor Netto / 4oito

Março é o mês que homenageia as mulheres. Mas, na rádio Som Maior, elas são lembradas por muito mais tempo. O Projeto Elas visa contar histórias daquelas que marcaram, de alguma forma, a história de Criciúma e região. No mês de março foi relembrada a trajetória de uma médica intensivista, uma professora há mais de cinco décadas e duas empresárias. 


Cristiane Ritter


A primeira homenageada foi pneumologista e médica intensivista dos hospitais São José e Unimed, Cristiane Ritter. A profissional, que é atuante na linha de frente de combate à Covid-19, participou do programa Chega Mais, reforçando a necessidade de mais profissionais de saúde neste combate. 
“Os pacientes da terapia intensiva possuem muitos detalhes que precisam de atenção, como a dieta, hidratação, ventilação mecânica...”, afirmou. Para ouvir a entrevista na íntegra, clique aqui.


Leonora Petry


Nascida no interior de Massaranduba e filha de pais agricultores, Leonora Petry foi a segunda homenageada do projeto Elas. Sua trajetória nas salas de aula iniciou em 1955, no Colégio Divina Providência, em Curitiba. No entanto, desde os cinco anos de idade já brincava de dar aula para as pedras que colocava na escada de sua casa. Leonora possui mais de cinco décadas na área da Educação e contou sobre a sua trajetória no programa Ponto a Ponto.
 “As pedras eram os meus alunos. Cada uma tinha o seu nome. Eu ainda não dava Matemática, porque era muito pequena. Quando comecei a dar aula de verdade, era Matemática mesmo e as pedrinhas levavam até mesmo punições”, relembrou dona Leonora. Confira a entrevista completa, aqui


Laís Soratto 


A terceira homenageada foi Laís Soratto. Possui 31 anos. Aos 20, montou seu próprio restaurante, que é sucesso na cidade: o Saikoo Sushi Bar. Hoje, depois de 11 anos, ainda continua no mercado. Sua empresa passou por uma repaginação e conta com sedes em Criciúma e Tubarão. 
“Em Criciúma ainda não tinha sushi bar. Tinha essa lacuna na cidade que era muito evidente. Na época eu fazia faculdade em Florianópolis e o meu pai tinha sala comercial onde hoje é o Saikoo, um ponto muito privilegiado na cidade. Foi daí que surgiu a ideia de abrirmos a empresa”, revelou. Clique aqui e ouça a entrevista completa. 


Maria Eduarda Pavani 


Fechando as homenagens do mês de março, a dona do Três Maria Coffee Company, Maria Eduarda Pavani, partilhou a sua história no programa Chega Mais. Sendo considerado um dos grandes nomes do café nos Emirados, Maria Eduarda carrega os títulos de juíza sensorial para campeonatos mundiais de baristas, degustadora e avaliadora profissional, bem como treinadora autorizada da Associação de Cafés Especiais.


“Eu comecei a trabalhar com café em Portugal, quando eu me mudei de Araranguá. Eu precisava trabalhar e foi assim que comecei. Naquele momento eu ainda não tinha entendido a dimensão que essa indústria possui”, comentou.  Clique aqui para ouvir a entrevista na íntegra.