Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Confira o rastro de destruição causado pelo vendaval no Sul de SC (Vídeos e fotos)

Mais de dez mil unidades consumidoras ficaram sem energia elétrica na região. Casas foram destelhadas e árvores caíram com a força dos ventos
Por Geórgia Gava Criciúma, SC, 28/04/2022 - 16:15 Atualizado em 28/04/2022 - 20:28
Reprodução
Reprodução

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A força dos ventos na tarde desta quarta-feira, dia 28, causou inúmeros estragos à região Sul. A grade de proteção do ar-condicionado, localizada no 12º andar de um prédio, na rua Coronel Marcos Rovaris, em Criciúma, caiu. Em Içara e Siderópolis, segundo o Corpo de Bombeiros, árvores foram arrancadas pelo vendaval. 

"Na rua Marcos Rovaris, a proteção do ar-condicionado caiu em cima da rede de alta, estourou um transformador, acertou um carro que estava estacionado e também atingiu os fios de telefonia. Segundo informações das pessoas que trabalham aqui, não é a primeira vez que isso acontece. Vou notificar o prédio e o síndico, para ele tomar as providências cabíveis para que isso não aconteça de novo", comenta o coordenador da Defesa Civil de Criciúma, Fred Gomes.

Foto: Giovana Bordignon/ 4oito

Em Balneário Rincão, na Vila Suíça, uma residência foi destelhada devido ao vento. Um poste também caiu no bairro São Cristóvão. Segundo o coordenador da Defesa Civil, os fios estavam frouxos, um caminhão passou e derrubou a estrutura. 

Foto: Manuela Silva/ 4oito

No Extremo Sul (Amesc), a ventania também foi intensa. Por lá, os ventos chegaram a 80km/h. Balneário Arroio do Silva, Sombrio, Araranguá e Balneário Gaivota também registraram quedas de árvores e, Santa Rosa do Sul, a de um poste. As informações são do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros. 

Mais de oito mil unidades ficaram sem energia

Segundo dados da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), mais de dez mil unidades consumidoras ficaram sem energia nas regiões Carbonífera (Amrec ) e Extremo Sul (Amesc). Somente no Centro de Criciúma, foram mais de três mil, no momento mais crítico dos ventos.

Vento registrado em uma Casa Noturna de Sombrio:

Confira abaixo a relação por município e a quantidade de unidades que ficaram sem energia:

Araranguá - 1.744 
Balneário Arroio do Silva - 3.817
Balneário Gaivota - 1.570
Criciúma - 2.829
Lauro Müller - 134
Maracajá - 3
Meleiro - 21
Passo de Torres - 123

De acordo com o coordenador regional da Defesa Civil da Amesc, sargento Rodrigo Ronaldo Rafael, também foram registrados destelhamentos em Balneário Arroio do Silva e Araranguá. O órgão trabalha neste momento nas ocorrências. 

Equipe atua em Balneário Arroio do Silva | Foto: Divulgação/ Defesa Civil

Ocorrências de queda de árvores e postes na Amesc/Amrec:

Araranguá – 1 árvore caída em via pública

Balneário Arroio do Silva – 1 árvore caída em via pública

Balneário Gaivota – 1 árvore caída em via pública

Criciúma - 1 árvore caída em via pública

Içara – 1 árvore caída em via pública

Santa Rosa do Sul – 1 poste caído em via pública

Siderópolis – 1 árvore caída em via pública

Sombrio – 1 árvore caída em via pública

Fonte: 4º BBM

Intensidade do vento no bairro Nossa Senhora da Salete, em Criciúma:

 

Confira a velocidade dos ventos na região:

Criciúma: 70km/h

Araranguá: 80km/h

Torres: 75 kh/h 

Urussanga: 49km/h

Nova Veneza: 89km/h

Passo de Torres: 75km/h

Siderópolis: 89km/h

Fonte: Epagri/Ciram

Na plataforma em Balneário Rincão, os ventos chegaram a atingir uma velocidade acima de 121km/h.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito