Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Como é feito o transplante capilar?

Especialista esclarece mitos e verdades sobre o procedimento
Por Redação Criciúma - SC, 23/04/2019 - 19:14Atualizado em 23/04/2019 - 19:22
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Seja para acabar com a calvície, cobrir cicatrizes ou mesmo para reparar falhas em algumas regiões do corpo, o transplante capilar está se tornando cada vez mais popular. Apesar disso, ainda existem muitas dúvidas relacionadas ao assunto. 


Especialista no assunto, o médico Leandro Ribeiro Mauro, esclarece que, em geral, os fios são retirados de lugares mais resistentes e implantados em qualquer região do corpo. No Brasil, além do tradicional implante de fios na cabeça, é cada vez mais comum colocar mais fios na barba e nas sobrancelhas. 


"Inclusive, como curiosidade, no Exterior, principalmente nos Estados Unidos, é comum a implantação de fios na região pubiana de mulheres com idade avançada", revelou em entrevista ao Ponto a Ponto desta terça-feira.


A cirurgia de transplante capilar usa o receptor como próprio doador, ou seja, os fios retirados de uma área serão implantados em outra área na mesma pessoa. Isso evita problemas como a rejeição dos fios.


“A gente transplanta o folículo capilar que tem toda uma estrutura celular. Isso carrega uma carga genética que, quando transplantado de uma pessoa para outra, pode causar uma reação, uma rejeição como qualquer órgão. Então, hoje a gente não consegue fazer essa cirurgia de uma pessoa para outra”, esclarece.


Confira a entrevista completa no áudio: