Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Comerciantes de Içara manifestam-se pela reabertura das lojas (VÍDEO)

Governo do Estado segue determinação do ministério da Saúde e de especialistas que reafirmam a importância do isolamento social
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo 08/04/2020 - 11:28Atualizado em 08/04/2020 - 11:32
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A exemplo do que aconteceu em Criciúma e em outras cidades de Santa Catarina, comerciantes de Içara realizaram manifestação no centro da cidade para cobrar a reabertura do comércio, na manhã desta quarta-feira, 8. O movimento de comerciantes pelo Estado intensificou-se com a manutenção do decreto estadual até a próxima segunda-feira, 13, em acordo com a recomendação do ministério da Saúde e de especialistas. 

A reivindicação dos comerciantes de Içara, que realizaram uma passeata pelo centro da cidade, foi pela reabertura das lojas. "Foi uma manifestação muito bonita, ordeira, com reconhecimento da população que nos aplaudia e da Polícia Militar que nos assistia. Mandamos o nosso recado para o governador para que ele possa entender que o resto do comércio possa voltar a funcionar", disse o presidente da CDL de Içara, Alexandre Fernandes.

O prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon, foi até o local para conversar com os comerciantes, mas quando chegou, a manifestação havia terminado. "É uma manifestação legítima. Os comerciantes estão muito angustiados, é compreensível. O pequeno comerciante também está sendo vítima desse processo todo. Mas esse processo todo também não é culpa de ninguém", disse Murialdo à reportagem.

"O isolamento não permite que ele comercialize o estoque e as contas vêm. Temos que buscar o meio termo, entre oito e 80 existem 72 opções. A própria medicina diz como deve ser o funcionamento. Se entra na loja uma pessoa ou duas por vez, como se faz o controle em bancos, por exemplo, mas prefiro que os médicos infectologistas encontrem o caminho", completou o prefeito sobre o isolamento social.

A secretaria da Saúde do Estado segue a recomendação do Ministério da Saúde, de seguir com as ações de isolamento, ao menos, até o dia 13 de abril. Especialistas mantêm firme a avaliação de que o isolamento é a forma eficaz de evitar o contágio em massa do coronavírus e evitar o colapso do sistema de saúde.

"os prefeitos acompanham o decreto do governador. Não tem como ser diferente, temos que seguir a lei. Acreditamos que o governador está baseado nos médicos e a gente compreende. Mas tem que encontrar caminhos, a terra não vai parar de girar. Para o comércio, alguma coisa vai ter que ser encaminhada", concluiu Murialdo.

Tags: coronavírus