Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Começo preocupante. Tigre perde para o Juventus

Carvoeiro volta para casa com 2 a 0 na bagagem
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Jaraguá do Sul, SC, 27/02/2021 - 15:05Atualizado em 27/02/2021 - 17:59
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC

Dois jogos, nenhuma vitória. O início de temporada do Tigre não está sendo nada bom. Após empatar em 1 a 1 com o Hercílio Luz na estreia do Campeonato Catarinense na última quarta-feira, o Carvoeiro perdeu por 2 a 0 para o Juventus, em Jaraguá do Sul na tarde deste sábado, 27.

Em um gramado encharcado pela chuva que caiu na cidade, o Tigre não se achou e segue com apenas um ponto do Estadual. O Criciúma volta a campo na próxima quinta-feira, 4, quando recebe a Chapecoense, às 19h

O primeiro gol do Moleque Travesso foi marcado por Fabinho, que tem passagem pelo estádio Heriberto Hülse. O gol que deu números finais ao placar foi marcado por Alemão aos 48 do segundo tempo.

Primeiro Tempo

E o Moleque Travesso foi logo querendo aprontar para  cima do Criciúma. Aos dois minutos de jogo, após cruzamento da esquerda, Eric Di Maria chutou de primeira com o pé esquerdo. A bola foi forte, mas o goleiro Gustavo fez a defesa.

Três minutos depois, o Carvoeiro arriscou bola longa devido ao gramado encharcado, mas a zaga do Juventus conseguiu cortar. O primeiro bom momento do Criciúma foi aos 15 minutos. Uillian Barro recebeu a bola perto da meia lua da grande área e chutou rasteiro. A bola foi com velocidade no canto direito, mas o goleiro Iago Hass fez a defesa.

Os donos da casa chegaram no ataque seguinte novamente com Eric Di Maria. Ele aparceu livre nas por trás da marcação para chutar de primeira. Mais uma vez o goleiro do Tigre fez a defesa, evitando o primeiro gol da partida.

O Criciúma tentou aos 28 em chute de Vinícius Tsumita, mas a bola saiu fraca.

O estado do gramado do estádio João Marcatto atrapalha as duas equipes devido à quantidade de poças d’água. Aos 34 minutos, Uillian Barros, do Tigre, tentou o domínicio no peito, mas Matheus Piauí roubou a bola.

Aos 36, o ex-Tigre, Fabinho abriu o placar para o Juventus. Em contra-ataque, Eric Di Maria lançou a bola para o atacante que chutou de primeira e colocou a bola no canto esquerdo de Gustavo. Fabinho, campeão catarinense pelo Criciúma em 2013, já foi carrasco do Carvoeiro no ano passado, em vitória de 3 a 2 do Moleque Travesso, também em Jaraguá do Sul.

Aos 42 minutos, uma grande chance para o empate. O lateral-direito Emanuel recebe na área, bate de primeira, mas Iago faz outra grande defesa.

Segundo tempo

Na busca pelo empate, o Criciúma criou a primeira chance da etapa final. Aos quatro minutos, a bola passou pela área, mas passou por todo mundo. O Tigre chegou novamente aos sete. Após escanteio, Marcel cabeceou, mas a bola foi sobre o gol.

Aos 12, os donos da casa chegaram com Alemão. Alemão que chutou cruzado nas mãos do goleiro Gustavo. O Carvoeiro seguiu pressionando. Desta vez um chute forte que passou perto do gol do Juventus.

O Tigre segue pressionando e chegou mais uma vez com Marcus Índio, que livre de marcação chutou por cima da trave. Aos 29, mais uma grande chance. A bola fica viva na área, mas Marcelo perde a chance de fazer o primeiro do Carvoeiro e deixar tudo igual no placar.

O Moleque Travesso teve grande chance aos 32 minutos. Deivide recebeu a bola e de perna direita bateu para o gol de Gustavo. A bola tocou no travessão e saiu pela linha de fundo. No abafa, o Criciúma tentou mais uma vez e após falha na zaga dos donos da casa, Índio ficou com a bola e armou o contra-ataque, mas João Carlos erra o passe. Aos 40, João Carlos tentou mandar para a área, mas a defesa afastou o perigo da área do Juventus.

Aos 48 minutos, o gol que definiu a vitória do Juventus. Cesinha cruzou na área, Moacir tenta cortar, mas chuta em cima do atacante e a boa acabou nas redes. Final: 2 a 0.

nverter as oportunidades criadas em gols. Contra o Hercílio Luz, desperdício foi a palavra mais usada para descrever a atuação do time. Já o Juventus do técnico Raul Cabral busca maior produção ofensiva para tentar a vitória em casa e sair da zona de rebaixamento do Catarinense, após ser derrotado por 2 a 0 na Ressacada. O Moleque Travesso terá alterações no ataque, com a suspensão de Luccas Brasil, expulso em Florianópolis.