Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Comandante do Tigre fala sobre a relação com os jogadores

Lisca quer reforços, visando a Série B
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 11/01/2018 - 17:21
(foto: Amanda Farias)
(foto: Amanda Farias)

A estreia do Criciúma na temporada 2018 será contra o Figueirense, pelo Campeonato Catarinense, dia 17, às 21h45min, até lá segue a preparação. O planejamento do técnico Lisca já visa a Série B, com dois jogos por semana, o plantel ainda deve receber reforços.

"A Série B é terça e sexta, é muito corrido. Este ano vai ser ainda mais, devido a Copa do Mundo. Então é pouco tempo de treinamento, é muito mais recuperação”, afirmou Lisca.
Segundo ele, os jogadores são constantemente analisados. Se diz amigo dos jogadores, passando confiança através de conversas olho no olho, dando liberdade para conversar sobre qualquer assunto, para Lisca, os treinadores devem saber lidar com o lado emocional dos atletas.

“Tem que ter paixão, eu adoro o que eu faço. É uma alegria muito grande trabalhar com o que gosta. O meu sonho era ser treinador de futebol e esse já foi, tem outros sonhos, como chegar numa Série A”.

No futebol, céu e o inferno estão muito próximos, sendo que um resultado pode mudar tudo. “O futebol é uma metáfora da vida, nos 90 minutos acontece tudo”, analisou Lisca.

O técnico contou que nos últimos anos não tem acompanhado o que sai na imprensa, pois, segundo ele, opinião não se discute. Ele nunca foi jogador de futebol profissional, e sua carreira no começou nas categorias de base, passando por diversas equipes.

“A grande escola são as categorias de base, vivenciando as experiências, descobrir o que produz, quebrar a cara, variando treinamento. Claro, é muito interessante conhecer a metodologia europeia, mas a base é fundamental”, concluiu o técnico do Tigre.