Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Com um olho no Londrina e outro em reforços, Schülle estreia no Tigre

Treinador diz que precisa pensar jogo a jogo, mas não esconde necessidade de melhorar o elenco
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 11/10/2020 - 17:05Atualizado em 11/10/2020 - 17:06
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nesse domingo, 11, às 20hs o Criciúma volta a campo pela Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo contra o Londrina no estádio Heriberto Hülse será o primeiro do técnico Itamar Schülle no comando do Tigre.
Mesmo com poucos dias para conhecer a equipe, pois chegou recentemente, Itamar está confiante.
"Encontrei um grupo disposto a dar o melhor e isso é muito bacana. Vamos colocar um time ofensivo, mas claro sabendo se defender", afirma Itamar Schülle.

O treinador do Tigre garantiu que pensa na competição jogo a jogo, mas não escondeu a necessidade de reforçar o elenco. "Tudo aquilo que for necessário fazer para o Criciúma faremos. Já colocamos algumas situações pontuais que precisamos. Com isso não quero dizer que no grupo não tem qualidade, pelo contrário, mas às vezes temos peças com características definidas. Estamos tratando internamente e semana que vem devemos ter novidades." 
 
Para o confronto de hoje a noite a equipe do sul do estado tem dois fatores positivos que podem fazer a diferença diante do Londrina. Um deles é que a partida é no Heriberto Hülse, onde o Tigre está invicto. Outro ponto que pode ajudar, pelo menos no psicológico dos atletas, é o retrospecto. O Criciúma leva vantagem nos confrontos. Até o momento foram 19, sendo 9 vitórias, 5 empates e 5 derrotas.

O Tigre hoje aparece na quinta colocação do grupo B com 12 pontos conquistados. Foram 3 vitórias, 3 empates e 3 derrotas. Já o Londrina é o 3° colocado com 14 pontos.

A equipe Carvoeira venceu o último jogo no dia 25 de setembro contra o São José (2 X 0), depois disso foram duas derrotas seguidas: contra o Tombense quando perdeu por 1 a 0 e no último confronto com o Brusque (1 X 3).

Ouça a entrevista do técnico Itamar Schülle: