Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Com quatro equipes excluídas, futebol feminino do Jasc deve ser considerado inexistente

Ainda falta o julgamento de Joinville, depois das eliminações de Criciúma, São José, Chapecó e Caçador
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 07/11/2019 - 11:25Atualizado em 07/11/2019 - 11:27
Foto: Divulgação / FME
Foto: Divulgação / FME

Os municípios de Criciúma, São José, Chapecó e Caçador, denunciados por supostas irregularidades na inscrição de atletas na modalidade de Futebol Feminino no Jasc 2019, tiveram seus recursos julgados na manhã desta quinta-feira, 7. O entendimento errôneo, segundo o Tribunal, do regulamento da competição levou os municípios a fazerem as inscrição das atletas.

O pleno do Tribunal de Justiça Desportiva optou por manter a exclusão das equipes da competição. Os auditores ressaltaram a má redação do Regulamento da Fesporte e da Lei 13.622/2005 e estimularam os municípios a trabalharem com os deputados estaduais na alteração da lei. Os quatro municípios alegam má orientação da Fesporte no processo de inscrição.

Na tarde de hoje, o município de Joinville, também denunciado pela Procuradoria, será julgado e a tendência é que também seja condenado.

Assim, a modalidade de Futebol Feminino será considerada inexistente nos JASC 2019. O time de Criciúma já estava na semifinal.

Tags: jasc