Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Com a ressaca, o mar lavou a orla no Rincão (VÍDEOS)

As ondas de até quatro metros levaram o mar pelo menos 100 metros cidade adentro
Denis Luciano
Por Denis Luciano Balneário Rincão, SC, 04/04/2020 - 07:24Atualizado em 04/04/2020 - 08:07
Foto: João Batista Longo / Veja o Mar
Foto: João Batista Longo / Veja o Mar

Como se previa, a ressaca veio com força no Balneário Rincão na noite desta sexta-feira, 3. O cenário do amanhecer deste sábado, 4, confirma. Muita água acumulada na orla, ruas encharcadas nas duas primeiras quadras e bastante trabalho à vista para a prefeitura, na limpeza e conserto do que foi lavado.

Beira Mar do Rincão no sentido da Zona Sul, trecho não urbanizado recentemente

A expectativa de ondas de até quatro metros se confirmou. "Pelas colunas da plataforma, daqueles 3,8 metros previstos da altura das ondas, certamente passou depois das 22h, sem contar a crista da onda, que é aquele spray que parece maior. Tanto que o mar invadiu ruas até uns 100 metros para dentro, com muito entulho e sujeira", observou Marcelo Rossi Longo, do portal Veja o Mar, que monitora constantemente o mar no Rincão.

Entre os estragos, até os conteineres dos guarda-vidas foram atingidos. "Sim, a água desenhou os cômoros e chegou a derrubar os conteineres dos bombeiros na orla", confirmou Marcelo. E as vias públicas foram castigadas. "Em algumas ruas a água mexeu na estrutura e chegou a uns 100 metros para dentro", detalhou.

Mar segue alto na manhã deste sábado / Veja o Mar / Reprodução

Na área recentemente urbanizada do calçadão da Beira Mar, a sujeira e a água empoçada entregam que o mar avançou mas, em uma primeira vista, não houve danos maiores.

Muita sujeira em trecho do calçadão / Foto: João Batista Longo / Veja o Mar

A previsão do tempo já vinha chamando a atenção para o fenômeno no Rincão. "A frente fria trouxe esse ciclone extratropical e, com ele, houve essa variação com o mar avançando. Reforçamos esse alerta de mar revolto para toda a costa sul, valendo também para a região do Farol de Santa Marta", assinalou o climatologista Márcio Sõnego. A ressaca foi forte também na região de Laguna.

"Renovamos o pedido de atenção aos pescadores, que evitem o mar", emendou. "O pico das ondas no Rincão na noite passada foi entre 21h e 1h da madrugada, sendo mais forte perto da 1h", acrescentou Sônego. "E o fenômeno teve a mesma intensidade nas regiões de Imbituba e Florianópolis", completou.

Marcelo reforça a expectativa de manutenção da ressaca nas próximas horas. "Hoje o mar se mantém acima dos 3 metros, e ele vai baixar gradativamente de hoje à noite para domingo. Mesmo assim, mar ainda revolto. Previsão de baixar da casa de dois metros é na segunda-feira, ali pelas 9 da manhã", arrematou.