Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cocal do Sul e Unibave em convênio para castrar animais

Parceria vai permitir castrar até 30 animais de rua por mês na cidade
Por Redação Cocal do Sul, SC, 11/06/2019 - 17:53
Divulgação
Divulgação

Com o objetivo de controlar o crescimento populacional de cães e gatos e, consequentemente, reduzir os casos de abandono e maus tratos, o Governo Municipal de Cocal do Sul assinou o convênio para a castração de 30 animais de rua por mês. O trabalho será realizado por meio do Unibave, de Orleans.

O convênio foi assinado pelo prefeito Ademir Magagnin, reitor e professor do Centro Universitário Barriga Verde, Élcio Willemann, vice-prefeita Cirlene Gonçalves Scarpato, vice-reitor e coordenador do curso de Medicina Veterinária, Guilherme Valente de Souza e contou ainda com a participação da secretária de Assistência Social, Angela Mendes Anjo e vereadora Giovana Galatto Santa Rosa.

O trabalho foi impulsionado pela vice-prefeita e atualmente, secretária de Administração, Finanças e Planejamento interina, Cirlene Gonçalves Scarpato. Ela ressalta que a iniciativa irá fazer a diferença a médio e longo prazo com os animais de rua. “Nós estamos ajudando o município a resolver um problema de saúde pública. Nós iremos buscar os animais na rua e a equipe do Unibave os levará para o Hospital Veterinário para fazer os procedimentos. Após, iremos recebê-los novamente e eles irão para um lar temporário até finalizar os cuidados e, em seguida, serão colocados para adoção. Caso não forem adotados, retornarão para a rua”, explica.

Para a secretária de Assistência Social e membro da Ong Patas e Pegadas, Angela Mendes Anjo essa é uma luta que vem de muito tempo. “Que bom que o Poder Executivo teve essa consciência e um olhar diferenciado aos cães e gatos de rua. Os integrantes da Ong e demais voluntários se colocaram à disposição para ajudar nessa causa. Nós gostamos de animais e, essa iniciativa só trará benefícios à população e aos animais de rua para que tenham melhor qualidade de vida”, ressalta.