Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Chegou o fim de semana da 3ª Meia Maratona Caixa Criciúma

Prova acontece neste domingo com largada no Parque das Nações, às 7h; aproximadamente 1,3 mil corredores estão sendo esperados
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 15/09/2018 - 08:35
Claudinei Quirino, prata nas Olimpíadas de Sidney, em 2000, é o padrinho da competição / Foto: Guilherme Hanh / Especial / A Tribuna
Claudinei Quirino, prata nas Olimpíadas de Sidney, em 2000, é o padrinho da competição / Foto: Guilherme Hanh / Especial / A Tribuna

Quando os campeões da 2ª Meia Maratona Caixa de Criciúma subiram ao pódio para receber as premiações, em outubro de 2017, veio a novidade. A 3LR Sports, anunciou a 3ª edição da prova. Os preparativos começaram ainda no mês de novembro do ano passado e agora, em setembro de 2018, quase um ano depois, a 21K vai acontecer mais uma vez em Criciúma.

A largada está marcada para acontecer às 7h, no Parque das Nações. Aproximadamente 1,3 mil competidores são esperados para participarem das provas de cinco, dez e 21 quilômetros de corrida e cinco quilômetros de caminhada. “Está tudo pronto. Grande parte da estrutura já está montada. Só faltam os últimos detalhes. Estamos finalizando as últimas inscrições hoje (ontem) e na torcida para um grande dia. Esperando pelo sol para ficar ainda melhor”, brincou um dos idealizadores da prova, Edson Luciano.

Mesmo que haja chuva, a prova vai ser realizada. Conforme a organização da 21K, a equipe tem constantemente consultado aplicativos de meteorologia e especialistas. “A previsão é de que, domingo de manhã, quando acontece a prova, seja apenas tempo nublado. Mas se tiver uma chuva fina e um tempo mais úmido e uma temperatura agradável é até mais favorável para os corredores, principalmente para quem vai disputar os 21 quilômetros”, comentou Luciano.

Revivendo os sentimentos de atleta

Edson Luciano, ao lado de Claudinei Quirino, padrinho da prova neste ano, Vicente Lenílson e André Domingos formou a equipe que foi prata nas Olimpíadas de Sydney, em 2000. Mesmo acostumado com momentos de nervosismo, como instantes antes daquela prova na Austrália, o idealizador da prova revela que a reta final para o acontecimento da Meia Maratona deste ano faz ele voltar a sentir as emoções.

“É até estranho. Dá um frio na barriga, me arrepio todo. Apesar da gente não estar mais praticando o esporte, organizar um evento como esse é uma mistura de felicidade com nervosismo. Na época nosso técnico falava que a gente tinha medo da vitória, porque ficava pensando na derrota. E é mais ou menos assim que estou hoje, mais vai dar tudo certo”, afirmou Luciano.

Entrega dos kits e jantar de massas

Antes da prova acontecer, outros dois momentos acontecerão neste sábado. O primeiro será a entrega dos kits para os inscritos na 3ª Meia Maratona. A retirada irá começar a partir das 8h às 12h na Trenare. A partir das 10h, Claudinei Quirino estará no local para fazer a entrega ao competidores. Os corredores que não conseguirem comparecer no período da manhã poderão retirar o kit também na Trenare à tarde, das 13h30 às 17h, no Hotel Interclass.

Ainda na noite de hoje, acontecerá o 21Talk. O evento será um jantar de massas e um bate-papo com os medalhistas olímpicos. É um momento único. Quirino também irá aproveitar a oportunidade para levar as grandes medalhas de suas conquistas. “Eu raramente tiro ela de casa. Deixo sempre guardadinhas lá. Não que seja ciúmes, porque posso até perder elas um dia, mas o que fica é a história. Porém, não sou de ficar levando ela pros cantos não”, sorriu Quirino.

Entre as medalhas que o ex-atleta trouxe para Criciúma, está, claro, a prata de Sydney, três de conquistas em pan-americanos, uma dos Jogos da Amizade, entre outras. Durante o 21Talk, Quirino ainda fará um sorteio de cinco camisetas autografadas por ele.