Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Centro Integrado de Gestão de Riscos planeja ações contra problemas da greve

Objetivo é minimizar o impacto da crise, reduzindo as dificuldades nos serviços públicos
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 24/05/2018 - 14:55Atualizado em 24/05/2018 - 14:55
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

Para minimizar os problemas causados pela greve dos caminhoneiros, o Governo do Estado mobiliza suas forças através das unidades do Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres (Cigerd). Na noite de quarta-feira (23) foi realizada uma reunião com o objetivo de definir a atuação de cada secretaria.

“O nosso foco é minimizar o impacto dessa crise aos catarinenses, a todos aqueles que estão no nosso estado. Principalmente diminuir o impacto nos serviços públicos prestados, então a manutenção é o nosso foco principal. Então vamos atuando na Segurança Pública, no Agronegócio, na Educação, para manter a ordem pública”, explicou o secretário de Defesa Civil, Rodrigo Moratelli.

A greve dos caminhoneiros causa dois problemas centrais: falta de combustível, prejudicando alunos e serviços municipais e falta de alimentos nos supermercados. “Dentro de um cenário que nos coloca numa situação adversa, coibindo também práticas abusivas. Um dos desdobramentos é o desabastecimento, que não afeta só a sociedade, mas também o transporte público. Então o objetivo do centro integrado é auxiliar em todas as áreas afetas”, completou Moratelli.