Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Centro Cultural Jorge Zanatta será restaurado

Ordem de serviço para início das obras foi assinada neste sábado (VÍDEO)
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 02/12/2017 - 14:05Atualizado em 03/12/2017 - 15:45
(foto: Clara Floriano)
(foto: Clara Floriano)

A restauração do Centro Cultural Jorge Zanatta deu um passo importante neste sábado (2). Por volta das 10h30 foi assinada a Ordem de Serviço para que as obras no prédio histórico comecem. A solenidade de assinatura aconteceu na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma. Logo depois, os presentes se dirigiram ao edifício que será restaurado que fica na Rua Coronel Pedro Benedet, no Centro de Criciúma.

Segundo Carlos José Bauer, superintendente da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), Carlos José Bauer, no local, por determinação da justiça, já começaram os preparativos para as obras, com a limpeza do local e a remoção do forro.

“Infelizmente o prédio estava em estágio avançado de deterioração. Dividimos as nossas tarefas em função os custos. Me dispus a vir aqui hoje para assinar a Ordem de Serviço para que a reforma termine em tempo hábil. A nossa missão só vai ser cumprida quando o prefeito cortar a fita de inauguração e começarem os trabalhos lá”, disse Bauer.

Na próxima terça-feira (5) começa a restauração da cobertura do local, que será executada   pela Construtora Granzotto Ltda., do Rio Grande do Sul (RS), vencedora de processo licitatório da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) em Santa Catarina. As obras estão avaliadas em R$ 364 mil.

“Ficou acordado que a União entraria com a reforma da estrutura. Por outro lado o município seria responsável pela restauração do resto, avaliado em R$ 1,2 milhões. A empresa Empresa Expresso Coletivo Forquilhinha Ltda. terá quatro meses”, contou a secretária de Infraestrutura e Mobilidade Urbana do município, Kátia Smielévski.

Segundo Kátia, a obra será acompanhada por um especialista em restaurações. “Quero deixar claro que o projeto já foi acompanhado pelo arquiteto com especialização em restauração. Fiquem tranquilos que o prédio não será reformado e sim restaurado. O que já existe lá dentro que pudermos reaproveitar, o faremos”, esclareceu.

 Assinaram o documento o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, o vice-prefeito Ricardo Fabris, a secretária de Infraestrutura e Mobilidade Urbana do município, Kátia Smielévski, o secretário Geral, Arleu da Silveira, superintendente do SPU Regional SC, Carlos José Bauer, o presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Júlio Colombo, o representante da Empresa Expresso Forquilhinha, responsável pela restauração, Davi Tiskoski e a filha de Jorge Zanatta, que dá nome ao Centro Cultural, Rosane Zanatta.

Cerimônia de assinatura da Ordem de Serviço para restauração do Centro Cultural Jorge Zanatta (foto: Clara Floriano)

“O prefeito municipal, com toda a sua criatividade, vinha trabalhando nisso desde o início do seu mandato. Ele resolveu o problema de maneira brilhante. A cidade está de parabéns. Prefeito, vereadores e a toda a equipe de cultura estão de parabéns”, disse Júlio Colombo.

“Preciso agradecer ao presidente da Câmara Júlio Colombo e a todos os vereadores que aprovaram esse projeto por unanimidade em tempo recorde”, respondeu Salvaro.

Compra do Prédio

Ainda durante a cerimônia, o prefeito de Criciúma apresentou duas propostas ao superintendente da SPU: a de compra do Centro Cultural Jorge Zanatta e também do prédio conhecido como Antigo INSS.

“O prédio é do cidadão e o cidadão é da cidade, não do Estado e nem do país. Hoje temos só a posse, mas queremos a propriedade do prédio, mas seria por um valor simbólico. O Centro Cultural está avaliado em R$ 16 milhões, já o prédio do INSS custa R$ 2 milhões. Nós daríamos o valor simbólico de R$ 1”, contou Salvaro.

Restauração pode ficar pronta em 2018

O prefeito falou ainda que não pretende colocar prazos para a entrega das obras e relembrou que a empresa tem quatro meses para inicia-las. “Não vamos falar em datas, mas quem sabe é para dezembro de 2018. Quem sabe não comemoramos a abertura do Natal Luz de Criciúma do ano que vem com a abertura do Centro Cultural. Seria um grande presente à cidade. Não é uma data estabelecida, mas pode acontecer”, comentou Salvaro.