Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Carlos Moisés volta a negar participação na compra dos respiradores

"Não encontrarão estas provas porque não há participação nossa", frisou o governador
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Florianópolis, SC, 30/09/2020 - 12:05Atualizado em 30/09/2020 - 14:36
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após integrantes do Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) deixarem a Casa D’Agronômica na manhã desta quarta-feira, 30, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL), concedeu entrevista coletiva na qual reafirmou não ter ligação com a compra dos 200 respiradores. “O MPF divulga que está buscando provas, se houve uma autorização antecipada. Não encontrarão estas provas porque não há participação nossa. Eu acredito na justiça”, enfatizou.

Carlos Moisés revelou ainda que a PF levou um celular e um laptop, após permanecer por cerca de três horas no local. Ele foi questionado sobre as gravações que citam o governador. “Essas gravações, na nossa avaliação são ilações, discussões de terceiros tentando vender ao estado de Santa Catarina, não dizem nem de que estado este governador é. Nunca tivemos contato com nenhum dos investigados, isso tem que ficar muito claro”, destacou.